Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 28 de maio de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
GOVERNO DE MS - DESCONTOS

Beneficiários de programas sociais do Governo de MS podem ter desconto na conta de luz; SAIBA COMO

Beneficiários de programas sociais do Governo de MS podem ter desconto na conta de luz; SAIBA COMO

14 Out 2019 - 17h25Por Leomar Alves Rosa / Sedhast

Muitos beneficiários de programas geridos pelo Governo do Estado, como o Rede Solidária e o Vale Renda, podem estar aptos a participarem da tarifa social disponibilizada pela concessionária de energia elétrica. Com o benefício a conta de luz pode vir bem mais barata já na próxima medição.

Na prática, quanto menor for o consumo, maior será o benefício disponibilizado, podendo chegar até aos 65% de desconto. Conforme a Energisa, atualmente em Mato Groso do Sul estão cadastrados 121.497 clientes na Tarifa Social.

Integrantes do grupo que recebe o Benefício de Prestação Continuada, o BPC, também podem ser beneficiados. Em Mato Grosso do Sul mais de 150 mil pessoas, desse grupo, têm direito ao desconto na conta de energia elétrica.

O BPC é um benefício da Política de Assistência Social, que integra a Proteção Social Básica no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e para acessá-lo não é necessário ter contribuído com a Previdência Social. É um benefício individual, não vitalício e intransferível, que consiste no pagamento de um salário mínimo ao beneficiário, conforme enquadramento previsto em lei específica.

O desconto é concedido em cada faixa de consumo de energia:

CONSUMO MENSAL       PERCENTUAL DE DESCONTO

Até 30 kWh                                                                       65%

De 31 kWh a 100 kWh                                                  40%

De 101 kWh a 220 kWh                                                10%

Como solicitar a Tarifa Social de Energia Elétrica – TSEE?

O beneficiário do BPC ou um dos integrantes de sua família deve procurar a companhia de energia elétrica local que atende a sua residência e fornecer as seguintes informações:

Nome do beneficiário;

Número do Benefício (NB);

Cadastro de Pessoa Física (CPF) e Carteira de Identidade, ou outro documento de identificação oficial com foto;

Código da unidade consumidora a ser beneficiada, constante na conta de luz.

Em situações mais específicas outras informações podem ser solicitadas ao beneficiário, como em casos de famílias de pessoa com deficiência. A documentação para todos os casos pode ser conferida neste link.

Vale lembrar que o beneficiário terá direito à TSEE em apenas uma residência, seja ela própria ou alugada. As famílias inscritas no Cadastro Único com dados atualizados e renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo também podem solicitar o desconto na conta de luz, independentemente se são beneficiárias do BPC ou não.

Deixe seu Comentário

Leia Também

# FIQUE EM CASA
Com 3ª maior taxa de contaminação, MS já tem 1.262 casos de coronavírus e 65 internados
ALERTA REGIÃO DE DOURADOS
MS pode perder controle sobre coronavírus e entrar em colapso em junho, alerta Saúde
AÇÃO PARLAMENTAR
Governo atende pleito de Onevan e prorroga entrega da Declaração do Proacap
CORONAVIRUS NO MS
Governo faz testes em massa de coronavírus em regiões com surto de Covid-19
FÁTIMA DO SUL - COVID-19 - BOLETIM
Fátima do Sul já tem 04 recuperados de Covid-19 e não registra novos nas últimas 24h, veja o BOLETIM
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Prefeitura em MS abre seleção para psicólogos com salário de R$ 4,3 mil
AUXILIO EMERGENCIAL
A 2ª parcela do auxílio de R$ 600 foi cancelada? Saiba como resolver o problema
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Casa pega fogo, família com 8 crianças fica só com a roupa do corpo e precisa de doações
ECONOMIA
Conselho do FCO aprova R$ 146,1 milhões para empreendimentos em MS, com destaque para suinocultura e
JATEÍ - COMBATE AO COVID-19
Prefeitura recebe mais de 500 Litros de Álcool 70% em Jateí