Menu
SADER_FULL
domingo, 23 de janeiro de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
FALTA DE ENERGIA

Apagão revolta moradores de assentamentos rurais de Antônio João

O apagão provocado pela tempestade que atingiu municípios da região sul do Estado e fronteira com o Paraguai causou muitos transtornos e prejuízos para a população.

19 Out 2021 - 09h33Por Ponta Porã Informa

O apagão provocado pela tempestade que atingiu municípios da região sul do Estado e fronteira com o Paraguai causou muitos transtornos e prejuízos para a população. Sem energia desde o dia 14 passado, moradores de dois assentamentos rurais de Antônio João fecharam nesta segunda-feira (18),  a rodovia estadual (MS-166) que interliga o município ao distrito de Cabeceira do Apa, em Ponta Porã.

Revoltados com a falta de solução para o problema, os produtores rurais cruzaram uma corda fechando todo o leito da rodovia. Apenas ambulâncias estava tendo a passagem liberada. Caminhões, caminhonetes, motocicletas e carros de passeio formaram congestionamentos nos dois sentidos. Os manifestantes cobram providências das autoridades e, principalmente, da Energisa, empresa de energia elétrica responsável pelo abastecimento.

Nos cartazes, os moradores dos assentamentos Bagagem e Vera Nilda reclamam que só são lembrados na hora de pagar a conta. “Somos esquecidos quando precisamos de manutenção dos serviços. Autoridades nos ajudem agora ou não poderemos ajudar vocês na eleição”, são algumas frases.

Os manifestantes também colocaram cartazes em que afirmam que “sem energia o agro para e sem o agro a cidade para”. Outros colocaram frases reclamando da falta de atendimento da empresa. “Energisa chega de descaso. Pagamos faturas altas e não temos atendimento. É muito prejuízo e pouco serviço por parte da Energisa”, reclamam os moradores.

Apagão revolta moradores de assentamentos rurais de Antônio João

Protesto por retorno da energia elétrica no Assentamento Bagagem, em Antônio João, teve fim após duas horas na MS-166. Conforme a presidente do assentamento, Cristiane Cavanha de Matos, de 37 anos, a eletricidade foi restabelecida por equipes da Energisa.

Os moradores, de acordo com Cristiane, estavam sem energia desde a última quinta-feira (14). Durante tempestade, a fiação do local foi afetada e, por isso, a comunidade se mobilizou para bloquear a estrada.

Durante o bloqueio, apenas veículos envolvidos em situações de emergência receberam liberação para passar pela MS-166. Com uma corda e placas de protesto, os moradores permaneceram no local.

Sobre a situação, o Campo Grande News solicitou nota retorno à Energisa, mas até o momento não houve retorno.

Fonte: Repórterms e Camporandenews

  • Apagão revolta moradores de assentamentos rurais de Antônio João

  • Apagão revolta moradores de assentamentos rurais de Antônio João

  • Apagão revolta moradores de assentamentos rurais de Antônio João

  • Apagão revolta moradores de assentamentos rurais de Antônio João

 

Leia Também

BRASIL 622.205 MORTES
Com recorde de 204.854 novos casos, Brasil registra 350 óbitos em 24 horas
RECURSO ECOLÓGICO
Ações e investimentos ambientais ajudam a aumentar a receita de Jatei e outros municípios de MS
ALTAS HABILIDADES
Centro de Atendimento Multidisciplinar para Altas Habilidades realiza orientação e planejamento
INVESTIMENTO DO GOVERNO MS
Investimentos do Governo do Estado em escolas devem somar meio bilhão de reais até o fim do ano
MS FORTE
Tesouro Nacional classifica MS entre as melhores gestões do País
PROCESSO
Mulher de Fátima do Sul processa Gustavo Lima por citar número de seu celular em música
PANDEMIA NO MS
MS tem 8 mortes por covid e influenza nas últimas 24h; 3 das vítimas são de Campo Grande
TEMPORAL
Inmet emite 2 alertas de tempestade para todo MS e prevê ventos de até 100km/h em alguns pontos
COVID-19 NO MS
Com aumento de casos, Fatima do Sul e 55 das 79 cidades do MS tiveram novos registros de covid-19
AÇÕES DO GOVERNO MS
MS-352: asfalto é alívio no acesso à Ponte do Grego, palco de tragédias e manifestações