Menu
SADER_FULL
terça, 11 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
ESPORTE

Torcedor consegue liminar que mantém Portuguesa na elite

11 Jan 2014 - 00h25Por GLOBO ESPORTE

Um torcedor da Portuguesa conseguiu uma vitória na Justiça contra a CBF, para que a Lusa seja mantida na Série A do Campeonato Brasileiro, revertendo decisão do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) que tirou quatro pontos do clube por conta da escalação irregular do meia Héverton em jogo contra o Grêmio, na última rodada da competição, no dia 8 de dezembro, no Canindé. 

Daniel Neves, advogado, obteve uma liminar na 42ª vara cível de São Paulo, com o juiz Marcello do Amaral Perino, o mesmo que havia obrigado a CBF a devolver ao Flamengo os quatro pontosperdidos em julgamento no STJD por caso semelhante ao da Lusa - o Fla usou o lateral André Santos em jogo contra o Cruzeiro, também na última rodada, no Maracanã. A decisão foi publicada no site do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Em off, um dirigente da CBF explicou que "as liminares não mudam a tabela ainda porque toda liminar é passível de cassação".CBF se defendeu em nota em seu site oficial. A entidade divulgou 12 processos movidos por torcedores em que foi réu e as causas acabaram extintas, segundo a nota, por "indeferimento da inicial, ilegitimidade ativa da parte autora e por falta de interesse processual".

Entenda o caso

A Justiça de São Paulo concedeu antecipação de tutela para suspender os efeitos da decisão do STJD) em relação à Portuguesa, restabelecendo os quatro pontos que lhe foram tirados. Com a decisão de devolver os pontos à Lusa e ao Fla, quem cai é o Fluminense. Cabe recurso da decisão.

O Fluminense não é parte na demanda. Mas se ele se sentir juridicamente afetado, pode voluntariamente entrar no caso. Mas é certo que até segunda-feira a Portuguesa dorme na Série A
Daniel Neves, advogado e torcedor da Lusa

Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça de São Paulo, o juiz Marcello do Amaral Perino entendeu que nos dois casos, a decisão da Justiça desportiva desrespeitou o artigo 35, “caput”, e parágrafo 2º do Estatuto do Torcedor. No caso da Portuguesa, Perino afirmou que a data da publicidade da decisão da suspensão de Héverton “se deu em momento posterior ao jogo contra o Grêmio (9/12/2013), conforme demonstrado na exordial, de forma que o referido atleta estava em condições regulares para participar da partida contra o time gaúcho – 06/12/2013”. O número do processo é 1002020-50.2014.8.26.0100.

Em entrevista por telefone, Daniel Neves explicou os próximos passos:

- A CBF será comunicada da decisão. Ela pode contestar essa ação em primeiro grau e entrar com recurso chamado agravo de instrumento aqui mesmo em São Paulo. A CBF tem dez dias para isso. O Fluminense não é parte na demanda. Mas se ele se sentir juridicamente afetado, pode voluntariamente entrar no caso. O que é certo é que, pelo menos até segunda-feira, a Portuguesa dorme na Série A.

* Colaborou Thiago Lima, do Rio de Janeiro

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTA MS PREMIADA
SERÁ QUE FOI VOCÊ?, Ganhadores do Nota MS Premiada têm até dia 14 para fazer cadastramento
BORA PRA BONITO - MS
Porque ir a Bonito MS?
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Linha de cuidados pessoais do Boticário traz produtos com Vitamina E e D-Pantenol, confira aqui
VICENTINA - PESQUEIRO 7 BELLO
Seguindo todas medidas de prevenção, Pesqueiro 7 Bello volta atividades neste domingo em Vicentina
BORA PRA BONITO - MS
Passeios de cavalo em Bonito - uma verdadeira terapia!
FÁTIMA DO SUL - DICA CIA DO BICHO
Saiba o que são rações terapêuticas, Cia do Bicho destaca vários tipos, confira
BORA PRA BONITO - MS
Crie laços com a natureza em Bonito, MS!
BOCA DA ONÇA É NO MS
Maior cachoeira do MS, Boca da Onça retorna com muitas novidades, confira
BORA PRA BONITO - MS
O que é ecoturismo e porque Bonito, MS?
BONITO - MS - BALNEÁRIO MUNICIPAL
Balneário Municipal que reabre neste sábado em Bonito (MS), veja como funcionará