Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 29 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
paulistão

Palmeiras passa pelo Bragantino sem sustos e vai à semifinal

28 Mar 2014 - 07h48Por Uol

O Palmeiras se juntou ao Santos como mais um time grande classificado para a semifinal do Campeonato Paulista. Com gols de Alan Kardec e Wesley, os comandados de Gilson Kleina venceram o Bragantino por 2 a 0 no Estádio do Pacaembu, que recebeu um bom público na noite desta quinta-feira. A vitória foi tão tranquila que Fernando Prass quase nem trabalhou. O mais difícil para os palmeirenses foi resistir à série de pancadas dadas pelo time do interior. 

Agora, a equipe do Palestra Itália enfrenta o Ituano, no próximo domingo, às 18h30, por uma vaga na final do Estadual. A outra semifinal será disputada no mesmo dia, mas às 16h, na Vila Belmiro, entre Santos e Penapolense.

No Pacaembu, o Bragantino mostrou desde o início da partida que o empate era um ótimo resultado. Em 20 minutos, o time do interior bateu bastante e fazia até cera para cobrar lateral e escanteio.  Primeiro, foi a vez de Robertinho dar uma cotovelada na face de Valdivia. Depois, a punição veio aos 17 minutos do 1º tempo com um cartão amarelo para Francesco, que derrubou Wendel.

Enquanto isso, o Palmeiras tentava impor seu ritmo de jogo. Com Valdivia e Bruno César puxando bastante o jogo e tentando colocar velocidade na armação, os comandados de Gilson Kleina assustavam com chutes de fora da área e nas bolas aéreas. Foi assim que Alan Kardec abriu o placar aos 21 minutos. Wesley cobrou escanteio, Alexandre tentou afastar de barriga e a bola sobrou para o camisa 14 apenas encher a bomba e abrir o placar. O gol colocou o atacante palmeirense na liderança da artilharia do campeonato, com nove redes balançadas em 16 partidas

A vantagem fez o time da casa diminuir o ritmo e até cadenciar o jogo com faltas e um pouco de cera. Em um espaço de 10 minutos, Bruno César e Marcelo Oliveira receberam cartões amarelos. O Bragantino tentou não mudar tanto a postura e seguiu com zagueiros bem plantados à frente da grande área até o fim dos 45 minutos iniciais.

No segundo tempo, o técnico Marcelo Veiga foi forçado a fazer uma substituição por causa de uma lesão. Magno Cruz, com dores no joelho, deu lugar a Diguinho. Pouco adiantou. O Palmeiras continuava administrando a bola e, aos 10 minutos, quase ampliou um placar em um bombardeio com dois chutes de Valdivia e um de Alan Kardec no mesmo lance.

Minutos depois, a mesma dupla participou da construção do segundo gol. O chileno roubou a bola no meio de campo, passou para Bruno César, que cruzou para Leandro. O atacante bateu em cima do goleiro. No rebote, Kardec dominou e, com muita calma, deu assistência para Wesley, que ampliou o placar. 

Depois do gol, o que fez o torcedor sair da cadeira foi apenas uma briga generalizada que terminou apenas com o cartão amarelo para Geandro. Kleina até demonstrou que não queria mais correr riscos aos tirar Bruno César para a entrada do uruguaio Eguren aos 27 minutos do 2º tempo. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTE - UNIGRAN
Atleta paraolímpica da UNIGRAN representa o Centro-Oeste nos Jogos Universitários de Pernambuco
JOGOS ONLINE
Você já experimentou o cassino online?
É VERDADE
Pescador fisga 'peixão' de 1,4 m no Rio Aquidauana
PAGAMENTOS IGAMING
Pagamentos mobile no IGAMING não para de crescer
SORTUDO DE MS
Apostador acerta a Quina da mega-sena e leva R$ 42 mil, ele é do MS
BRASILEIRÃO
Com possível 'adeus' de Soteldo, Santos vence o Coritiba fora de casa
ESPORTE
Competições esportivas com presença de público são liberadas em Campo Grande
JOGOS ONLINE
Alguns conselhos para o vídeo bingo
ZONA DE REBAIXAMENTO
Corinthians termina rodada na Zona de rebaixamento, após derrota para o Ceará
INVENCIBILIDADE
Marinho decide com dois de pênalti, Santos vence Grêmio e se aproxima do G4