Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 29 de novembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Time do Parque São Jorge

Mano quer Walter, do Goiás, e Wellington Nem se assumir Corinthians

26 Nov 2013 - 17h28Por Uol

O Corinthians pode ter uma nova dupla de ataque em 2014, formada pelo centroavante Walter, do Goiás, e o jovem Wellington Nem, ex-Fluminense e atualmente no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. As informações são do repórter Bruno Monteiro, do “Jogo Aberto”, da Band.

Além de Walter e Wellington Nem, o Corinthians também tem interesse em mais seis jogadores: o lateral-direito Mariano (Bordeaux-FRA); o volante paraguaio Eduardo Aranda (Olímpia-PAR); os meias Elias (Flamengo) e Everton (Atlético-PR); e os atacantes Bruno Rangel (Chapecoense) e Lima (Joinville).

A ideia de Mano Menezes e sua comissão técnica é reformular o elenco do Corinthians, injetando sangue novo em algumas posições. Esse também é o objetivo da diretoria do Corinthians, que optou por não dar continuidade ao trabalho de Tite após os maus resultados no segundo semestre deste ano.

Mano Menezes, aliás, deve ser anunciado como novo técnico do Corinthians após o Brasileirão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Em Caarapó, Reinaldo Azambuja inaugura indústria com 300 empregos e entrega reforma de escola
DEMITIDO
Funcionário de funerária é demitido por tirar foto com o corpo de Maradona
100 COPINHA
FPF anuncia o cancelamento da Copa São Paulo Junior de 2021
LUTO NA TV
Fernando Vannucci, apresentador, morre aos 69 anos em São Paulo
FATIMASSULENSES DESTAQUES
Fatimassulenses ficam em 3º e 4º lugares na 3ª Maratona Mountain Bike MTB Nova Alvorada do Sul
ELIMINATÓRIAS
Brasil vence Uruguai e segue 100% nas eliminatórias da Copa do Mundo
FUTEBOL
Filho de Eliza Samudio e Bruno joga como goleiro em escolinha de MS
BRASILEIRÃO
Santos com 11 desfalques (Covid - 19) vence o Internacional com base "molecada" por 2x0
JOGOS ONLINE
Cassinos: história, evolução e variedades
CORONAVIRUS NO ESPORTE
Cinco atletas do Coritiba testaram positivo para COVID-19