Menu
SADER_FULL
terça, 3 de agosto de 2021
Busca
Derrota para o Sport

Lanterna do Palmeiras é rara e costuma levar ao rebaixamento

21 Ago 2014 - 07h19Por Uol

Ao contrário de outros times grandes, o Palmeiras tem muitas dificuldades de se recuperar e evitar a queda à Série B quando fica na zona de rebaixamento, ou pior na lanterna, próximo ao meio do Brasileiro como agora em 2014. Sempre que a equipe esteve em posição tão ruim na tabela neste estágio do campeonato acabou na Segundona.

O blog pesquisou todas as edições desde 2001 quando se organizou o rebaixamento no Brasileiro. Pelo histórico, é raro ver o time alviverde no final da tabela do Nacional. Aconteceu nas primeiras quatro rodadas de 2006, e em vários jogos da edição de 2002, justamente quando o time caiu. Foi desconsiderada a posição na 1a rodada.

Na verdade, o Palmeiras não costuma nem ficar muitas rodadas em zona de rebaixamento. Mas o problema é que, quando está na zona de perigo em rodadas avançadas, não escapa da Série B.

Em 2002 quando o time despencou cedo e passou boa parte do campeonato na laterna ou na zona de rebaixamento – é difícil determinar quantos jogos porque o campeonato era desorganizado. Em 2012, outro ano de queda palmeirense, o time não chegou até a última posição, mas passou a ter um entra e sai da degola desde a 10a rodada.

Apenas em 2006, o Palmeiras flertou com o rebaixamento o ano inteiro e se livrou – só que bem antes do atual estágio do Nacional. Depois das cinco primeiras rodadas na lanterna, o time ainda ficou zanzando pela zona de degola até a 13a rodada. Depois, fugiu e não voltou mais.

Se levarmos em conta o histórico de todo o campeonato, no entanto, uma arrancada palmeirense é bem possível. Para chegar aos 45 ou 46 pontos, que lhe dariam chance razoável de escapar, o time teria de obter um rendimento pouco abaixo de 50% dos pontos do restante do Brasileiro. Ou seja, um campanha média, mas bem acima do aproveitamento atual.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEDALHA DE OURO
Medalha de ouro, Rebeca Andrade adotou varanda de apê como cenário para ensaios, dancinha e festas
OLIMPÍADA
Tóquio: após ouro e prata, Rebeca Andrade fica em 5º lugar no solo
Etapa do campeonato foi realizada nos Estados Unidos. (Foto: Divulgação/PBR Bull - PEÃO DE RODEIO DO MS
Peão de MS bate recorde com maior nota da história de mundial de rodeio
OLIMPÍADA
Rebeca é prata e faz história na ginástica olímpica em Tóquio
JOGOS DE AZAR
Estereótipos sobre jogos de azar
FATIMASSULENSE NO PÓDIO FATIMASSULENSE NO PÓDIO
Fatimassulense é 1º Lugar na prova Estadual de contra relógio de ciclismo
SELEÇÃO OLIMPICA
Brasil ameaça passeio em estreia contra a Alemanha, mas desperdiça chance de goleada histórica
COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
Como se apresenta a mesa dos vencedores da Copa América após a recente vitória da Argentina?
JOGOS ONLINE
O casino online quando quiser e pelo tempo que quiser
ESPORTE
Bolsista do Governo de MS representa o Brasil nas Olímpiadas de Tóquio