Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 5 de dezembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
mundial no brasil

Governo deve definir até esta sexta-feira sobre feriados em jogos do Brasil na Copa

3 Abr 2014 - 13h45Por R7

Faltando pouco mais de dois meses para o início da Copa do Mundo, o governo mantém indefinida a possibilidade de decretar feriado nos dias de jogos da seleção brasileira no Mundial. A incerteza do calendário de recesso durante o período que vai de 12 de junho a 13 de julho mexe com o mercado de juros. Isso porque o cálculo da taxa interfinanceira (CDI), referência para os contratos de juros negociados na BBM&FBovespa, leva em consideração a quantidade de dias úteis.

Se for decretado feriado, o mercado precisa fazer ajustes nas taxas. Os contratos de curto prazo são os que mais sofrem uma nova precificação.

O Ministério do Planejamento prometeu divulgar até sexta-feira (4) uma proposta oficial sobre o assunto.

Até a indecisão sobre o feriado chegar ao mercado de juros futuros, a posição do governo era de não decretar recesso nos dias em que a seleção for entrar em campo.

Segundo apurou a reportagem, o consenso era de permitir somente que os servidores públicos deixassem o expediente mais cedo nesses dias. Essa medida não afetaria, portanto, a precificação do DI.

Essa avaliação, no entanto, está sendo rediscutida por um comitê com representantes do Planejamento, da Casa Civil e do Banco Central. Oficialmente, o BC informou apenas que não há definição, mas que feriados de âmbito nacional não são considerados dias úteis no mercado financeiro.

O mesmo não acontece com a decisão de Estados e prefeituras de decretar recesso, inclusive em jogos de outras seleções, como medida para desafogar o trânsito — se isso ocorrer, o mercado mesmo assim vai considerar dia útil.

Uma fonte do governo considera que a melhor decisão seria não decretar feriado nacional porque a indecisão para o cálculo da taxa seria atrelada ao desempenho da seleção de Felipão no decorrer da competição: ou seja, se for definido pelos feriados e a equipe for avançando na competição, mais feriados terão de ser marcados em cima da hora, o que causará efeitos no mercado financeiro.

O impasse fez com que grandes investidores se antecipassem à decisão e promovessem ajustes nos últimos dias.

O movimento chegou a distorcer a referência do mercado para a taxa Selic. Mesmo sendo consenso que o Copom (Comitê de Política Monetária) aumentaria a taxa básica de juros em 0,25 ponto porcentual, para 11% ao ano, como de fato ocorreu, pela leitura dos contratos de curto prazo do DI, esse aumento não seria executado.

A dúvida também afeta a precificação dos títulos públicos. O Tesouro Nacional se programou e reprogramou seus leilões de acordo com os primeiros jogos da seleção brasileira. O tradicional de quinta-feira que aconteceria no dia 12 de junho foi antecipado em um dia para não coincidir com o jogo de abertura da Copa do Mundo.

Não é a primeira vez que a definição de um feriado provoca ruídos no mercado financeiro. Isso aconteceu em 2007, quando o governo cogitou decretar recesso em homenagem a Frei Galvão, o primeiro santo brasileiro. O recesso seria no dia 11 de maio, mas o feriado não foi confirmado depois.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO MS
Novo projeto de lei da Bolsa Atleta terá primeira votação nesta quinta-feira na Assemb. Legislativa
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Conselho do PPI qualifica relicitação das concessões da Malha Oeste e da BR-163
COPA DE 94
'Bebê do Tetra', na Copa de 94, filho do jogador Bebeto é pai pela primeira vez
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Em Caarapó, Reinaldo Azambuja inaugura indústria com 300 empregos e entrega reforma de escola
DEMITIDO
Funcionário de funerária é demitido por tirar foto com o corpo de Maradona
100 COPINHA
FPF anuncia o cancelamento da Copa São Paulo Junior de 2021
LUTO NA TV
Fernando Vannucci, apresentador, morre aos 69 anos em São Paulo
FATIMASSULENSES DESTAQUES
Fatimassulenses ficam em 3º e 4º lugares na 3ª Maratona Mountain Bike MTB Nova Alvorada do Sul
ELIMINATÓRIAS
Brasil vence Uruguai e segue 100% nas eliminatórias da Copa do Mundo
FUTEBOL
Filho de Eliza Samudio e Bruno joga como goleiro em escolinha de MS