Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 7 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
MUNDO

Pintor é internado após pregar seus testículos no chão

11 Nov 2013 - 09h51Por Folha

O pintor russo Piotr Pavlenski foi hospitalizado neste domingo depois de pregar seus testículos, usando um martelo, nos paralelepípedos da Praça Vermelha de Moscou. A obra de arte, que ele chamou de "Fixação", era um protesto contra o governo de Vladimir Putin, coincidindo com o Dia da Polícia russa.

Completamente nu e com suas partes íntimas presas aos paralelepípedos, Pavlenski ficou imóvel por mais de uma hora olhando seus testículos, numa ação que classificou como "metáfora da apatia, indiferença política e fatalismo da sociedade russa atual". A temperatura em Moscou hoje é de 10ºC.

Maxim Zmeyev/Reuters

O pintor Piotr Pavlenski, completamente nu, pregou seus testículos aos paralelepípedos da praça Vermelha de Moscou

O manifesto de Pavlenski dá mais explicações sobre a motivação da obra de arte: "não é a arbitrariedade dos cargos públicos que priva a sociedade de sua capacidade de agir, mas sua fixação em derrotas e perdas que nos prega com cada vez mais força aos paralelepípedos do Kremlin, convertendo as pessoas em estátuas que aguardam, resignadas, seu destino."

O Kremlin é o histórico complexo de palácios onde vive o presidente da Federação Russa.

Depois de uma hora e meia contemplando seus testículos em protesto contra a arbitrariedade, Pavlenski foi levado a um hospital de Moscou. Segundo a agência oficial RIA-Novosti, assim que for tratado ele será detido. A polícia classificou a intervenção artística como "algo normal para um doente psíquico".

O conjunto da obra de Pavlenski já é conhecido dos russos.

Em 3 de maio, sua obra "Corpo" consistia em ele ficar completamente nu para rolar na cerca de arame farpado da Assembleia Legislativa de São Petersburgo.

De acordo com o artista, ela simbolizava "a existência humana num ambiente de repressão legal, quando o menor movimento provoca uma duríssima reação do sistema legislativo, que se finca no corpo do indivíduo."

Em junho do ano passado, Pavlenski costurou sua própria boca em solidariedade à prisão de integrantes da banda feminina Pussy Riot. Elas foram presas por cantar contra o presidente Vladimir Putin no principal templo da Igreja Ortodoxa Russa.

Em frente à catedral de São Petersburgo, de lábios presos, ele carregava um cartaz que dizia: "A ação do Pussy Riot numa encenação da famosa ação de Jesus Cristo" - a expulsão dos vendilhões do templo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDITAL DE PROCLAMAS Nº 5.918
Cartório do 2º Oficio de Fátima do Sul-MS informa o Edital de Proclamas
CASA DE CARNE E CONVENIÊNCIA BOM GOSTO II
Agora em Fátima do Sul a Casa de Carne e Conveniência Bom Gosto II
VIDA UNIVERSITÁRIA
Como tornar sua vida universitária mais fácil?
Foto: Mariana Anjos - Assessoria deputado Eduardo Rocha AÇÕES DEPUTADO EDUARDO ROCHA
Deputado Eduardo Rocha recebe autoridades de São Gabriel do Oeste e debatem sobre emendas
SORTUDO
Homem ganha loteria com números do biscoito da sorte: 3 milhões
EDITAL DE PROCLAMAS Nº 5.917
Cartório do 2º Oficio de Fátima do Sul-MS informa o Edital de Proclamas
OBRAS DE ARTE
Exposição realizada na Capital reúne mosaicos confeccionados por reeducandos de Ivinhema
PESCA ESPORTIVA
Pescadores de MS podem emitir carteirinha pelo MS Digital, veja como
RESUMO DAS NOVELAS
Resumo das Novelas: Confira o que vai acontecer no capítulo desta segunda-feira
GOVERNO APOIANDO O ESPORTE
Governo do Estado assina convênio de apoio aos clubes para a disputa do Estadual de Futebol 2021