Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 27 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Ofensa?

Justiça absolve Danilo Gentili por oferecer banana a internauta negro

29 Abr 2014 - 17h42Por Notícas da TV

A 10ª Vara Criminal da Justiça do Estado de São Paulo absolveu o humorista Danilo Gentili por oferecer bananas a um internauta negro no Twitter, em 2012. A sentença foi assinada na última quinta-feira (24) e encaminhada para despacho hoje (29).

O juiz Marcelo Matias Pereira não viu no tweet do humorista o animus injuriandi, ou seja, o propósito e intenção de ofender a vítima, o redator Thiago Ribeiro. "Não comprovado este animus, não há que se falar em crime contra a honra", sentenciou o juiz, que entendeu que "a abordagem [de Gentili] com seus seguidores, ainda que agressiva, tinha a intenção de fazer rir".

Para a Justiça, "seria necessário algo a mais do que uma piada grosseira e infeliz, vale dizer, um intuito de realmente ofender a vítima, desqualificando-a pela cor de sua pele, o que não ocorreu no caso em questão".

A ofensa não foi reconhecida pela Justiça porque, segundo o juiz, Thiago Ribeiro já se autointitulou "King King" no Twitter. "São pelo menos três mensagens que o ofendido dizia ser um 'King Kong', bem como que iria fazer o réu pagar por supostos crimes cometidos", diz a decisão judicial.

Apesar da absolvição, o juiz deu uma bronca em Danilo Gentili e disse para o humorista tomar cuidado com piadas que podem ser interpretadas como ofensa. "O réu tem que entender que há limites para as brincadeiras, ainda mais quando direcionadas a um indivíduo específico".

Em 1° de outubro de 2012, Danilo Gentili escreveu para Thiago Ribeiro no Twitter: "Quantas bananas você quer para deixar essa história para lá?". O redator sentiu-se ofendido, registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância e processou o humorista por racismo.

Danilo Gentili explicou que estava sendo provocado por Ribeiro na rede social desde, pelo menos, 29 de setembro, com mensagens seguidas se autointitulando "macaco, preto, neguinho e King Kong".

Chama a atenção a sentença do juiz ter sido assinada três dias antes de o jogador Daniel Alves, do Barcelona, comer uma banana atirada por torcedores do Villareal, no domingo (27), pelo Campeonato Espanhol. A atitude ganhou apoio de famosos e da presidente Dilma Rousseff.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JOGOS ONLINE
Você já experimentou o cassino online?
É VERDADE
Pescador fisga 'peixão' de 1,4 m no Rio Aquidauana
PAGAMENTOS IGAMING
Pagamentos mobile no IGAMING não para de crescer
SORTUDO DE MS
Apostador acerta a Quina da mega-sena e leva R$ 42 mil, ele é do MS
MUNDO DOS FAMOSOS
Jorge, da dupla com Mateus, engravida amiga da sua ex-esposa
100 SALÁRIO
Artistas douradenses protestam contra prefeitura pela falta de pagamento
FAMOSIDADES
Luan Santana e Jade Magalhães terminam noivado de 12 anos
MÊS DA CRIANÇA
IASD de Fátima do Sul incentiva crianças ao plantio de árvores frutíferas no Jardim Brasilândia
BRASILEIRÃO
Com possível 'adeus' de Soteldo, Santos vence o Coritiba fora de casa
MARMITARIA DA MARA
Deliciosa comida caseira é na Marmitaria da Mara em Fátima do Sul