Menu
SADER_FULL
sábado, 28 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ALVORADA
EDUCAÇÃO PARTICULAR

Mensalidades escolares vão ficar, em média, 10% mais caras em 2014

3 Dez 2013 - 13h14Por Campo Grande News

Em 2014, as mensalidades escolares na Capital ficarão, em média, 10% mais caras, conforme levantamento feito pelo Campo Grande News.

Ao todo, cinco escolas particulares, e o Colégio Militar, foram consultados sobre os índices de reajuste que serão adotados para o próximo ano letivo. Mesmo divulgando reajuste de 10%, algumas escolas apresentaram índices superiores a 13%.

Entre os colégios consultados, o Militar foi o que definiu o menor reajuste para ano que vem. Lá, os pais vão arcar com aumento de 5 ou 6% para 2014, conforme a série. No ensino fundamental a mensalidade passou de R$ 168 para R$177. Os estudantes do fundamental que pagavam R$ 187 passarão a pagar R$197.

A escola Maria Montessori teve o maior reajuste entre os estabelecimentos ouvidos pela reportagem. Apesar de divulgar um aumento de 10%, as mensalidades no Maria Montessori foram maiores que 13%, em alguns casos. A mensalidade do terceiro ano do ensino médio, por exemplo, que era de R$ 1.038,00 subiu para R$ 1.286,77, um aumento de 13%.

No Colégio Dom Bosco a mensalidade ficará até 11,42% mais cara para os alunos do 3° ano do ensino médio. Em 2013, o aluno do terceiro ano pagava por mês R$ 880,90. Esse valor subiu para 981,50, um reajuste de 11,42%. Apesar deste percentual, o colégio também divulgou reajuste de apenas 10%.

As mensalidades ficaram mais caras também para os alunos da escola Mace, onde a mensalidade será 8 ou 10% mais cara, variando de acordo com a série. No ensino fundamental o valor subiu para R$ 520,30. No ensino médio os pais passarão a pagar mensalidades no valor de R$ 638.

No colégio salesiano Nossa Senhora Auxiliadora os pais também terão que arcar com um ensino mais caro. Para os alunos do ensino médio, o aumento foi de 10%, subindo de R$ 600 para R$ 660.

No ensino infantil, o reajuste foi de 9,9%, passando de R$ 513 para R$ 564. Os alunos do fundamental, conforme a série, vão pagar R$ 544, ou R$ 560. Os mesmo pagavam, respectivamente, R$ 495 e R$ 510.

Na escola Latino Americano o reajuste nas mensalidades foi de 8%. No Colégio Adventista o reajuste será de 8%.

O colégio Harmonia e a escola Paulo Freire também foram consultados, mas não divulgaram os índices de reajuste. Na escola Paulo Freire a reportagem foi orientada a procurar o Sinepe (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado). Porém, o sindicato apenas orienta as escolas e os reajustes são definidos pelos próprios colégios.

Pais- “É aquela velha história. Tudo sobe e a gente tem que dar um jeito de pagar, principalmente por se tratar de estudo. É complicado, mas como vou tirar os meus dois filhos de uma escola particular e colocá-los em uma escola pública, onde infelizmente tem greve e o ensino depende muitas vezes do próprio aluno”, lamentou Fátima Gomes, 47 anos, mãe de dois meninos que estudam no colégio Dom Bosco.

Segundo ela, o reajuste de 10% é muito "salgado" para o bolso. "Acho que 5% seria de bom tamanho", comentou Fátima. 

“Além da saúde, o mínimo que podemos dar é um a boa educação. A gente se sacrifica, se esforça para manter as crianças na escola. E tem tanta gente que não consegue. Eu acho muito caro, muito mesmo. Fica pesado para muita gente”, lembrou Alfredo Junior pai de três filhos pequenos.

Dos três filhos, dois já estão na escola. “Já fico pensando em quando tiver que mandar o terceiro para as aulas”, brincou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS - UNIGRAN
Diretor da Inova UNIGRAN conquista o 1º lugar no ranking de líderes do InovAtiva Brasil
EDUCAÇÃO NA PANDEMIA
Protocolo de Volta às Aulas da Rede Estadual prevê ensino híbrido em 2021
GREVE DE FOME
Professores fazem greve de fome por revogação de edital de temporários
HONESTIDADE
Casal descobre tesouro em casa recém-comprada e devolve pro antigo dono
JATEÍ E SUA HISTÓRIA
Emoção marca agradecimentos de autoras de livro ao prefeito que está resgatando história de Jateí
INOVAÇÃO NA EDUCAÇÃO
Missão educacional em Rio Brilhante se inova com tecnologia para desafios em tempos da pandemia
ARTIGO DO LEITOR
Professor de Fátima do Sul escreve sobre a volta de 15 de novembro nas eleições brasileiras
VOLTA ÀS AULAS EM MS
VOLTA ÀS AULAS presenciais na rede estadual só em 2021, diz governador
Aluna testou positivo e pais informaram a escola sobre caso de covid. (Foto: Arquivo/Kísie Ainoã) CORONAVÍRUS EM MS
Aluna testa positivo para coronavírus e escola de Ensino Médio fecha por 14 dias em MS
WEBINÁRIO DO MS
SES realiza webinário Sul-Mato-Grossense para enfrentamento à Covid-19