Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 19 de junho de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
política salarial da educação

Em Assembleia Geral FETEMS define mobilização para o dia 3 e greve para o início de 2014

Na luta por uma política salarial justa, pelo piso por 20 horas, para o magistério da Rede Estadual de Ensino.

26 Nov 2013 - 12h58Por Assessoria

Em Assembleia Geral da FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), mais de 250 trabalhadores em educação, representando os 72 Simted’s (Sindicatos Municipais dos Trabalhadores em Educação) filiados à Federação, definiram que no próximo dia 3 de Dezembro, terça-feira, as escolas públicas da Rede Estadual de Ensino irão parar na luta por uma política salarial justa para o magistério, que possui sua data base no dia 1° de janeiro.

De acordo com o presidente da FETEMS, Roberto Magno Botareli Cesar, a categoria definiu paralisar suas atividades dia 3 caso o governo do estado não apresente uma proposta concreta até o dia 30 de novembro. “Nós aguardamos até agora, debatemos diversas vezes com o governo, não avançamos na negociação e não abrimos mão da nossa luta pelo piso por 20 horas. A categoria definiu que se caso o governo não apresente uma proposta cabível até o dia 30 nós vamos parar as escolas públicas no próximo dia 3 e vamos realizar uma grande mobilização em Campo Grande”, afirma.

Além disso, o Roberto Botareli, afirmou ainda que os trabalhadores em educação da Rede Estadual de Ensino estão dispostos a não iniciar o ano letivo de 2014 caso a política salarial do magistério não seja definida de acordo com os critérios solicitados pela categoria. “Ficou definido na Assembleia que vamos começar o ano em greve, não vamos aceitar retrocessos nos avanços que obtivemos até agora em relação a nossa política salarial, já estamos mobilizados e nos organizando para lutar pelos nossos direitos”, disse.

Proposta

A proposta da FETEMS continua sendo a de estabelecer mecanismos que possibilitem a implantação do Piso Salarial do Magistério por 20 horas semanais. A política salarial do magistério é debatida nesse período, diferentemente dos outros servidores estaduais, pois a data base da categoria é 1° de janeiro e ainda existe a necessidade das mudanças serem votadas pela Assembleia Legislativa. Atualmente o Piso Salarial do magistério estabelecido na Rede Estadual é de R$ 1.810,05, para uma jornada de 40 horas.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Fotos: Saul Schramm AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Com escolas reformadas, infraestrutura e curso de Direito da UEMS, Bataguassu recebe R$ 15 milhões
Raquel dos Passos, Escola de Governo de MS  AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Escolagov-MS apresenta recomendações para fortalecimento das escolas de governo do Brasil
Renata Brum, Comunicação Segem AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Programa de Estágio do Governo de MS faz a diferença na vida profissional dos acadêmicos
FOTO: UNIGRAN DOURADOS UNIGRAN DOURADOS
Biomedicina da UNIGRAN realiza minicursos de aperfeiçoamento na área de Diagnósticos
FOTO: UNIGRAN DOURADOS UNIGRAN DOURADOS
Palestra na UNIGRAN aborda inovação e futuro no setor da tecnologia

Mais Lidas

FOTOS: GEONE BERNARDOVICENTINA 37 ANOS - FOTOS
Confira às 02 galerias de FOTOS do Camarim e show com Hugo e Guilherme nos 37 anos de VICENTINA
FÁTIMA DO SUL DE LUTO
Fátima do Sul se despede de Genir Goreli Pegorari, Pax Oliveira informa sobre velório e sepultamento
FOTO: FOLHA DE CAMPO GRANDETRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Acidente envolvendo 03 veículos deixa 02 mortos, entre elas um jornalista
Anne Carolline Barros, de 25 anos, morreu no início da tarde desta segunda-feira (17) (Foto: Reprodução Rede social) - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWSACIDENTE FATAL
TRAGÉDIA: Médica recém-formada morre após colisão em poste
FOTOS: ELIAS FERREIRA / LUPA NEWSJATEÍ - FESTA DA FOGUEIRA 2024
Atração nacional: Fogueira gigante de Jateí entra na fase final de levantamento