Menu
BANNER IMPRESSORAS
segunda, 15 de agosto de 2022
BANNER IMPRESSORAS
Busca
AÇÕES DO GOVERNO DE MS

Volume de investimentos da iniciativa privada no MS deve superar R$ 51 bilhões

30 Jun 2022 - 11h50Por Rosana Siqueira, da Subcom

Os investimentos da iniciativa privada em Mato Grosso do Sul superam os R$ 36 bilhões, e poderão saltar em alguns anos para mais de R$ 51 bilhões com o empreendimento da fábrica de celulose da chilena Arauco em Inocência. As informações foram divulgadas hoje (30) pelo governador do Estado, Reinaldo Azambuja, durante entrevista ao programa Tribuna Livre, da FM Capital.

O governador ressaltou que a vinda da Arauco é um ganho extraordinário ao Mato Grosso do Sul, mas que antes da gigante de celulose, cuja obra está prevista para início em 2025, o Estado já tem firmados investimentos em andamento da Suzano em Ribas do Rio Pardo, da Seara em Dourados, da Inpasa em Dourados e a Neomille/Cerradinho em Maracaju, ambos de etanol de milho e da Aurora em São Gabriel do Oeste.

Governador concedeu hoje entrevista a equipe da FM 95 Capital (Foto:Chico Ribeiro)

"Hoje estamos com um portfólio de R$ 36 bilhões no Estado de investimentos privados. Não estou falando somente Suzano, não estou nem computando a Arauco que está começando agora. Estou falando Suzano, Inpasa, Cerradinho, Seara, Aurora em São Gabriel. São muitos investimentos e são feitos porque o Estado tem um bom programa de incentivos. Nós trocamos impostos por empregos, isso é uma realidade", salientou.

Azambuja frisou que o MS bateu o recorde na geração de empregos no mês de maio. "Foi o maior resultado desde que começou a aferição do CAGED. Foram 25.794 empregos positivos. Isso é muito bom porque cria oportunidades de trabalho em todo o segmento produtivo. E o emprego dignifica as pessoas", acrescentou.

No quesito empregabilidade, o Estado está entre os primeiros com a menor taxa de desocupação, que é o menor desemprego do Brasil. "Isso é fruto da credibilidade, do trabalho da nossa equipe de licenciamento ambiental que executa suas funções com muita rapidez", salientou.

Na avaliação do governador a vinda de grandes empresas como Arauco para Mato Grosso do Sul são fruto de políticas assertivas e segurança jurídica para instalação dos empreendimentos. "Para atrair investimentos é preciso ter segurança jurídica, é um acordo de Estado não de Governo. Meu Governo está terminando, no dia 02 de janeiro eu entrego o mandato, mas os investimentos estarão garantidos", acrescentou.

Arauco

Anúcio da instalação de fábrica de celulose da Arauco, em Inocência (Foto: Bruno Rezende)

Com relação a Arauco que vai investir em Inocência, o governador está otimista."Para se ter uma ideia, nos últimos sete anos nós saímos de 470 mil hectares de florestas plantadas em MS para hoje 1,2 milhão. A projeção só para Arauco é de 290 mil ha de florestas. Ou seja, vamos ampliar para 2,2 milhão um milhão a mais, isso é bom, além de ser uma atividade econômica importante que gera emprego e renda, riquezas, aumenta em 5% o PIB de MS. Estamos falando em 3 bilhões de dólares na fábrica e mais 1 bi de dólares nas florestas. O que daria em reais mais de R$ 20 bilhões, mais que o orçamento de MS para este ano é de 18 bilhões", sinalizou.

O município de Inocência que vai receber o empreendimento também será amplamente beneficiado com obras estruturantes. No entanto, toda a região vai ganhar com a nova fábrica. "Isso é riqueza é progresso desenvolvimento numa região importante que abrange Inocência, Cassilândia e Paranaíba. Serão milhares de empregos gerados na região", comemorou.

O governador ainda esclareceu que o mesmo termo de acordo que a Arauco recebeu foi dado a Suzano e a Eldorado. "Mato Grosso do Sul tem tratamento igual para a cadeia produtiva. Não tem diferenciação. Pelo termo de compromisso assinado vamos investir em rodovia, acesso a internet, conectividade, escola, saúde e aeroporto. Esses foram os compromissos que o Estado assumiu com Inocência. Numa região importante do Estado divisa com Goiás, Minas Gerais que vai enriquecer mais a localidade e valorizar as propriedades. Na região existe muita pecuária extensiva e com uma pequena produtividade. Uma indústria de celulose e o cadeamento industrial vai produzir além da celulose, o papel e trará outras empresas que vão mudar o perfil daquela região", afirmou.

O Estado Carbono Neutro também foi abordado na entrevista do governador. Ele destacou que MS tem políticas específicas de sustentabilidade.

Infovia digital

Projeto garantiu 7 mil km em conectividade para os 79 municípios de MS

O governador Reinaldo Azambuja falou da importância da melhoria na conectividade com a chegada da Infovia Digital para atrair e atender o empreendimento da Arauco. "Uma fábrica como esta por ser uma planta 4.0, necessita de conectividade. Por isso nós vamos oferecer a conectividade. Fizemos a Parceria Público Privada (PPP) das infovias digitais. Eu assinei contrato para execução de 7 mil quilômetros de fibra ótica", destacou.

Hoje a conectividade em Mato Grosso do Sul é de 4 megabytes das operadoras. "Nós vamos para 40 megabytes. Isso aumenta a competitividade e reduz custos. A conectividade vai levar o funcionamento da fábrica, da telemedicina, de 129 praças públicas com wi-fi gratuito, 79 cidades com conectividade rápida, diminuição de custos e rapidez. O Estado terá internet mais rápida e mais barata do Brasil", concluiu Azambuja.

Leia Também

INVESTIMENTO DO GOVERNO MS
Primeira etapa da pavimentação de acesso à Ponte do Grego chega à fase final
FÁTIMA DO SUL - MERCADO JULIFRAN
Veja as OFERTAS da Segunda da Limpeza do Mercado Julifran em Fátima do Sul
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Trabalhadores têm mais de 3 mil vagas ofertadas esta semana pela Funtrab
FÁTIMA DO SUL - JORGE MERCADO
Confira as OFERTAS TOP 10 desta segunda e terça do Jorge Mercado Atacarejo em Fátima do Sul
SUÍNOS SUINOCULTURA DE MS
Suinocultura de MS vai receber mais de R$ 1,5 bilhão em projetos até o próximo ano
SENZANO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS
Conheça estas formas de investir para aumentar seu patrimônio
CARNE CARA
Estratégia de frigoríficos expõe guerra na cadeia produtiva e carne cara
MORADIA
Projeto cria programa para auxiliar professores na compra de casa própria
CARTÃO DE CRÉDITO
Um em cada três brasileiros foi vítima de fraude com cartão de crédito
AUXÍLIO EMERGENCIAL AUXÍLIO EMERGENCIAL
Auxílio Emergencial: novos pagamentos em AGOSTO; veja se você tem direito