Menu
SADER_FULL
sábado, 5 de dezembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
economia

Trabalhadores já perderam R$ 6,8 bilhões com o FGTS em 2014

11 Fev 2014 - 16h21Por R7

Os trabalhadores estão ganhando menos com o rendimento do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Segundo o presidente do Instituto FGTS Fácil, Mario Avelino, apenas nos últimos dois primeiros meses deste ano, as perdas chegaram a R$ 6,8 bilhões.

Isso porque, atualmente por lei, o saldo do FGTS de todo trabalhador é atualizado por juros anuais de 3% mais a TR (Taxa Referencial) que é calculada pelo Banco Central, o que deu um rendimento de 0,1620% no período (dezembro de 2013/janeiro 2014).

O total do mês atual sempre é calculado a partir do que rendeu a TR mais os juros no mês anterior.
Porém se o mesmo cálculo tivesse sido feito com o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) indicador do IBGE que mede a inflação, a atualização seria de 1,3545% no período, bem maior.

Perdas superam R$ 209 bilhões

Ainda segundo o Instituto FGTS Fácil, as perdas entre julho/1999 a fevereiro/2014 já chegam a R$ 209,8 bilhões. Em termos práticos, um trabalhador que tinha há 15 anos um saldo de R$ 10 mil, está hoje com R$ 19.971,69 (juros + TR). Caso o valor fosse corrigido pelo INPC, o valor atual seria de R$ 40.410,97. Uma diferença de R$ 20.438,28.

Todos que se sentirem prejudicados podem entrar com uma ação coletiva ou individual contra a Caixa. De acordo com Mario, é importante que as pessoas saibam que o banco é apenas um administrador e está cumprindo a lei. Segundo ele, o objetivo é pressionar para que a legislação mude.

— Quanto mais pessoas cobrarem, vai haver uma pressão no sistema judiciário para julgar essas ações e vai pressionar o Congresso para mudar a lei.

A discussão sobre o índice a ser usado para corrigir o saldo das contas de FGTS ganhou um novo capítulo após a DPU (Defensoria Pública da União) entrar com uma ação coletiva na Justiça Federal no Rio Grande do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMERGENCIAL IRREGULAR
Governo vai cobrar por SMS que 2,6 milhões de pessoas devolvam auxílio emergencial irregular
AÇÕES DO GOVERNO MS
Pacote de projetos do Governo contempla Refis Pandemia, que concede redução de até 95% nas dívidas
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Parque dos Poderes vai ganhar primeira revitalização em mais de três décadas
AÇÕES DO GOVERNO MS
Novo projeto de lei da Bolsa Atleta terá primeira votação nesta quinta-feira na Assemb. Legislativa
NOVOS PRAZOS
Detran-MS alerta para retomada de prazos que estavam suspensos por conta da pandemia
NOTA PREMIADA MS
No combate à sonegação fiscal, Nota MS Premida distribui R$ 3 milhões em prêmios
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Auxílio emergencial é confirmado com valor médio de R$ 688; veja como e quem recebe
OPORTUNIDADES
Detran inicia nesta quarta-feira (02), leilão de 479 sucatas aproveitáveis de motos e automóveis
AÇÕES DO GOVERNO MS
Governo apoia projeto de geração de renda com cerâmicas Kadiwéu
A PEDIDO DOS SERVIDORES
A pedido dos servidores, Governo de MS paga 13° salário nesta terça-feira