Menu
SADER_FULL
terça, 3 de agosto de 2021
Busca
ex-presidente do Supremo

Sem declarar voto, Joaquim Barbosa reclama de tarifa de celular

24 Set 2014 - 14h24Por Uol

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa tem sido cortejado por muitos políticos nesta campanha eleitoral. Mas tem se recusado a declarar em quem vai votar.

Por enquanto, Joaquim Barbosa tem preferido fazer observações mais prosaicas em seu perfil no microblog Twitter. Por exemplo, hoje (24.set.2014), tuitou 3 vezes sobre o sistema de tarifação de telefonemas via celulares no Brasil.

Joaquim defende uma tarifa nacional para o Brasil, sem cobrança de interurbanos. Eis seus comentários (clique na imagem para ampliar):

Joaquim-Twitter-24set2014

A propósito de possíveis apoios político-eleitorais do ex-presidente do STF, os candidatos devem ser desenganados a respeito desse tema. É que Joaquim Barbosa não deve votar em ninguém neste ano. Ele tem uma viagem ao exterior marcada para o dia 2 de outubro (o 1º turno da eleição é em 5.out.2014). A volta está marcada só para 15 de novembro (o 2º turno é em 26.out.2014).

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS EM DESTAQUE
Apesar da pandemia, MS terá o maior crescimento do PIB no país
IASD - FATIMA DO SUL
Adventistas levam Missão Calebe para o Jardim Eliane de Fátima do Sul, com o Sopão do Amor
MS FORTE
Estratégia da retomada econômica em MS garante crescimento de 5,5% no PIB em 2022
AGEPEN
Projeto social da Agepen recebe Moção de Congratulação da Câmara Municipal de Jardim
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Com investimento de R$ 2,8 milhões, governo fará reforma geral da Escola Antônio Pereira, em Jardim
AUXILIO POPULAÇÃO
Trabalhadores nascidos em janeiro podem sacar auxílio emergencial
BORA TRABALHAR
BORA TRABALHAR: Semana começa com 1,3 mil vagas de empregos em 28 cidades de MS
RESTAURAÇÃO
Manutenção de rodovia no sul de MS vai custar R$ 41,3 milhões
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Atenção: Obra de reforma altera trânsito no Parque dos Poderes nesta semana
ETANOL
Neomille: nova indústria vai investir R$ 1 bilhão para produzir etanol de milho em Maracaju