Menu
SADER_FULL
sábado, 28 de março de 2020
SADER_FULL
Busca
MEDICAL CENTER - POLONIO
Economia

Produção de veículos no Brasil acelera e avança 13,9% no ano

4 Out 2013 - 10h52Por Terra

A indústria brasileira de veículos acelerou sua produção em setembro em um momento em que o setor se prepara para um possível pico na demanda nos últimos meses do ano. A produção do mês passado envolveu 311,9 mil carros e comerciais leves, segmento que além de utilitários esportivos inclui furgões, e 17,1 mil caminhões, além de 3,05 mil ônibus. No acumulado do ano, a indústria teve produção de 2,84 milhões de unidades, crescimento de 13,9% na comparação com o período de janeiro a setembro de 2012, informou a associação de montadoras, Anfavea, nesta sexta-feira.

O volume foi acumulado ante expectativa revisada para cima pela entidade em agosto de crescimento de 11,9%, a 3,790 milhões de veículos, em 2013. O setor produziu 332 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus em setembro, crescimento de 15,2% sobre o mesmo período do ano passado e queda de 2,5% na comparação com agosto, que contou com um dia útil a mais que o mês passado.

Já as vendas de 309,9 mil veículos novos em setembro cresceram 7,6% na comparação com o fraco resultado de um ano antes, mas caíram 5,9% ante agosto, quando o setor tinha estoques de 400,5 mil unidades em pátios de montadoras e concessionários. Com isso, de janeiro a setembro, a indústria acumula licenciamentos de 2,78 milhões de veículos novos, praticamente estável ante os 2,79 milhões de unidades um ano antes.

A Anfavea cortou em agosto sua expectativa de crescimento das vendas este ano para entre 1% e 2% ante estimativa inicial de expansão de 3,5% a 4,5%. Analistas do mercado esperam por uma aceleração das vendas nos últimos meses deste ano diante do pagamento do 13º salário e eventual antecipação de compras que pode ser gerada pela expectativa entre os consumidores sobre fim do desconto do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Porém, a avaliação de analistas e observadores do setor consultados pela Reuters é que o governo decida manter o benefício pelo menos até o início do ano eleitoral de 2014. As exportações de veículos e máquinas agrícolas somaram US$ 1,43 bilhão no mês passado, alta anual de 28,1%, Considerando apenas veículos, as exportações somaram US$ 1,12 bilhão no mês passado e vendas externas de 45,5 mil unidades.

Ranking
A Fiat encerrou setembro com vendas de 63.202 automóveis e comerciais leves, após 65.995 em agosto. Volkswagen teve licenciamentos de 56.590 unidades ante 56.540 no mês anterior. General Motors vendeu 50.687 veículos ante 58.500 em agosto, enquanto a Ford teve emplacamentos de 28.437 carros e comerciais leves ante 31.433 no mês anterior. Em caminhões, o grupo MAN-Volkswagen fechou o mês passado praticamente empatado com a Mercedes-Benz na primeira posição. A MAN vendeu 3.289 unidades, enquanto a Mercedes-Benz, 3.214. A Volvo teve 1.746 licenciamentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS NO MS
STF autoriza Mato Grosso do Sul a usar parcelas da dívida com a União contra o Covid-19
CORONAVÍRUS NO BRASIL
Senado votará na segunda auxílio de R$ 600 para trabalhadores
FÁTIMA DO SUL - MERCADO JULIFRAN
Confira algumas ofertas do SABADÃO DA ECONOMIA do Mercado Julifran em Fátima do Sul
LINHA DE CRÉDITO
Governo lança pacote de R$ 40 bi para socorrer pequenas e médias empresas
PRESSÃO
Prefeitura de Dourados não cede a buzinaço e, por enquanto, comércio permanece fechado
REFORÇO
Câmara aprova projeto que prevê R$ 600 por mês ao trabalhador informal por conta do coronavírus
FÁTIMA DO SUL - ABERTURA DO COMÉRCIO
Fátima do Sul pode ter comércio reaberto mas 'limitado' na próxima semana, Capital abre nesta sexta
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Saúde repassa R$ 7,8 milhões para municípios realizarem ações de enfrentamento ao coronavírus
FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO
Acifas discute flexibilização para funcionamento do comércio de Jateí, Vicentina e Fátima do Sul
ICMS
Coronavírus: governo dá mais prazo para contribuinte pagar ICMS