Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 28 de novembro de 2020
SADER_FULL
Busca
UNIGRAN DOURADOS
mega da virada

Prêmio da Mega-Sena da Virada pode render R$ 1,2 milhão por mês na poupança

A Mega da Virada deste ano, que será realizada no dia 31 de dezembro, às 20h25 (horário de Brasília)

26 Dez 2013 - 07h48Por Mídia Max

A Mega da Virada deste ano, que será realizada no dia 31 de dezembro, às 20h25 (horário de Brasília), em São Paulo, promete pagar mais de R$ 200 milhões. O prêmio pode render cerca de R$ 1,2 milhões por mês ou R$ 40 mil por dia, caso seja aplicado em uma poupança.

As apostas na Mega da Virada podem ser feitas até as 14h (horário de Brasília) do dia do concurso em todas as lotéricas do país. A aposta simples custa R$ 2.

"Orientamos os apostadores a não deixar para a última hora. O ideal é que garantam sua participação o quanto antes, para evitar filas", afirma o vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa Econômica Federal, Fabio Cleto.

O prêmio da Mega da Virada não acumula. Caso não haja ganhador com as seis dezenas sorteadas, o valor será somado ao rateio dos acertadores de cinco números, e assim por diante. Se não houver ganhadores nessa faixa, os apostadores que fizerem a quadra dividirão todo o prêmio e assim sucessivamente.

Os tradicionais concursos semanais --realizados às quartas e aos sábados-- não serão realizados nessa semana por causa do sorteio especial do Ano Novo. Para compensar, a semana anterior  teve três sorteios (17, 19 e 21 de dezembro). E após sete edições acumuladas, a Mega-Sena saiu para um apostador de Olímpia, São Paulo, que ganhou R$ 51.491.466.

A Mega-Sena da Virada que teve sua primeira edição em 2009, no concurso nº 1.140, quando pagou R$ 144,9 milhões divididos por dois ganhadores, um de Santa Rita do Passa Quatro (SP) e outro de Brasília (DF). Já a última edição, em 2012, dividiu R$ 244,7 milhões para três ganhadores, de Aparecida de Goiânia (GO), Franca (SP) e São Paulo (SP).

Bolão

Apostadores já podem registrar os palpites e tentar a sorte com amigos e familiares. Para participar do Bolão oficial da Caixa Econômica Federal, basta formar um grupo, escolher os números da aposta, marcar a quantidade de cotas e registrar em qualquer uma das lotéricas do país. Ao ser registrada no sistema, a aposta gera um recibo de cota para cada participante que, em caso de premiação, poderá resgatar a sua parte do prêmio individualmente.

Os bolões para a Mega-Sena têm preço mínimo de R$ 10, e cada cota deve ser de, pelo menos, R$ 4, sendo possível realizar um bolão de, no mínimo, duas e no máximo 100 cotas. Na Mega da Virada, caso dez pessoas organizem um bolão de 10 números, pagarão individualmente R$ 42, e cada apostador do grupo receberá R$ 20 milhões, caso a aposta seja contemplada. A probabilidade de acerto da aposta simples, de seis números é de uma em 50 milhões. Já no caso da aposta de 10 números, aumenta para uma em 238 mil.

O apostador também pode adquirir cotas de bolões organizados pelas lotéricas. Basta solicitar ao atendente a quantidade de cotas que deseja e guardar o recibo para conferir a aposta no dia do sorteio. Nesse caso, poderá pagar uma tarifa de serviço adicional de até 35% do valor da cota, a critério da lotérica.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - DIA "J" MERCADO JULIFRAN
Hoje tem Dia 'J' com tudo abaixo do preço no Mercado Julifran, VEJA OFERTAS em Fátima do Sul
PÁTIO ZERO
VEJA COMO PARTICIPAR: Detran-MS abre três leilões com mais de 700 motocicletas nesta terça-feira
NOTA MS PREMIADA
SERÁ QUE FOI VOCÊ: Mais de R$ 640 mil ainda não foram resgatados do Nota MS Premiada
VALORIZAÇÃO
Salários dos mais de 79 mil servidores estaduais será depositado nesta sexta e disponível no sábado
MS EM DESTAQUE
MS cria 4,6 mil vagas de trabalho em outubro; mercado fecha no azul pelo 5° mês consecutivo
CNH VENCIDA
Motoristas poderão dirigir com CNH vencida por até um ano; entenda
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques a nascidos em julho e paga inscritos no Bolsa Família nesta quinta
JAIME VERRUCK. Secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar de Mato Grosso do Sul - Álvaro Rezende/Correio do Estado RELAÇÃO COMERCIAL
"A China é um mercado prioritário para MS", diz secretário
OPERAÇÃO PATIO ZERO
Mais de 400 motocicletas estão disponíveis em leilão de sucata aproveitável
PATRULHA AMBIENTAL
Estado e Sudeco se unem para adequar estradas e evitar turvamento de rios de Bonito