Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 27 de setembro de 2021
Busca
ETANOL

Neomille: nova indústria vai investir R$ 1 bilhão para produzir etanol de milho em Maracaju

A Neomille é um empreendimento da CerradinhoBio, maior complexo produtor de bioenergia da América Latina, com unidades industriais em Chapadão do Céu (GO).

30 Jul 2021 - 14h30Por Portal do MS

Mato Grosso do Sul avança na produção de biocombustíveis e na geração de energia limpa com o anúncio da Neomille, usina de etanol de milho que começa a ser instalada em 2022 no município de Maracaju. Na manhã desta sexta-feira (30), o governador Reinaldo Azambuja e o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) assinaram termo de acordo do Governo do Estado com a empresa, garantindo incentivos fiscais previstos no MS Empreendedor.

A Neomille é um empreendimento da CerradinhoBio, maior complexo produtor de bioenergia da América Latina, com unidades industriais em Chapadão do Céu (GO). Ao todo, será investido R$ 1 bihão na planta industrial em Maracaju. A usina vai gerar 150 empregos diretos e cerca de 500 indiretos com os serviços terceirizados. No período de obras, deverão ser gerados 2 mil empregos na construção civil.

A usina será instalada às margens da rodovia MS-157 em uma área de 115 hectares. A meta de processamento anual é de 1,2 milhão de toneladas de milho ao final de todo o processo de implantação da usina, com a produção de 510 mil metros cúbicos/ano de etanol, além de subprodutos como o DDG, ou farelo de milho (310 mil toneladas/ano), gerar 100 Gigawatts de energia e produzir óleo de milho (22 mil metros cúbicos/ano).

Para o secretário Jaime Verruck, “o etanol de milho agrega valor ao grão e proporciona maior rendimento ao produtor. Deveremos ter uma ampliação em nossa produção do milho, em função da instalação dessa nova indústria e também de outra usina de etanol em Dourados, que ainda iremos anunciar oficialmente nos próximos meses”, comentou o titular da Semagro.

De acordo com o CEO da CerradinhoBio, Paulo Motta, a geografia privilegiada para obter a matéria-prima e para escoar os produtos, somada ao ambiente de negócios favorável proporcionado pelos governos estadual e municipal, foram os fatores decisivos para a escolha do munícipio sul-mato-grossense.

“Maracaju é a maior produtora de milho do estado e possui condições favoráveis para aquisição de biomassa e comercialização de coprodutos. O milho da região que predominantemente é exportado; agora, a partir deste projeto, será processado em Maracaju e gerará valor à cadeia e economia local. A indústria trará opções de negócios ao agricultor e pecuarista, com parcerias no suprimento de milho, no cultivo de eucalipto e na utilização do DDGs como ingrediente na dieta animal”, destaca Motta.

Conforme o cronograma da empresa, nos próximos meses deverá ser conduzido o processo de licenciamento ambiental junto ao Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul, sendo previsto o início da instalação da primeira fase da planta industrial em março de 2022 e término em agosto de 2023.

O secretário Jaime Verruck lembrou que “ainda não temos uma usina de etanol de milho em funcionamento em Mato Grosso do Sul, mas, esse tipo de empreendimento já é uma realidade em nosso Estado. Montamos uma estratégia de buscar agregação de valor para os nossos produtos agrícolas. Hoje, Mato Grosso do Sul exporta milho para outros países e outros Estados. A ideia é que ampliemos a demanda interna da nossa safra do grão, que é de cerca de 10 milhões de toneladas/ano e que tenhamos novos subprodutos para outras cadeias produtivas”.

De acordo com o titular da Semagro, “a cada 1 tonelada de milho será produzido cerca de 420 litros de etanol (o mesmo vendido nos postos de combustíveis). Além disso, teremos como subproduto o DDG, que é o farelo de milho, de alto valor proteico e deverá ser utilizado na criação de bovinos em confinamento e também na produção de ração para suínos e aves”. 

O empreendimento da CerradinhoBio, chamado Projeto Greenfield, segue padrões internacionais de sustentabilidade e deve zerar suas emissões de carbono. “Ele está totalmente alinhado com o nosso programa Estado Carbono Neutro e foi concebido para provocar o menor impacto ambiental possível. Está localizado estrategicamente próximo a um linhão de energia elétrica, pois vai produzir energia de biomassa. Para isso, vai utilizar o eucalipto, fomentando uma nova cadeia produtiva na região e incrementando a receita do município”, acrescenta o titular da Semagro.

Participaram da solenidade em Maracaju, o prefeito Marcos Calderan, o secretário de Infrestrutura, Eduardo Riedel, o diretor de Novos Negócios e Planejamento Estratégico da CerradinhoBio, Renato Henrique Pretti e o gerente de Originação de Grãos e Negócios Agrícolas, Eduardo Paiva.

Além do termo de acordo para implantação da Neomille, o governador Reinaldo Azambuja e o secretário Eduardo Riedel anunciaram a construção de uma rotatória na MS-157, para o acesso à nova usina de etanol de milho.

 Marcelo Armôa, Semagro
Fotos: Edemir Rodrigues

Leia Também

MS - A RETOMADA
Governo do Estado lança pacote com projetos que garantem a retomada segura em MS
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Fundação do Trabalho oferta 1.953 vagas de emprego em Mato Grosso do Sul
UNIÃO
Pantaneiros destacam efetividade do Estado no combate aos incêndios florestais
+ AUMENTO
Gasolina sobe pela 8ª semana seguida nos postos, aponta ANP
CONCURSO DE DESENHO
Educação Fiscal de MS lança concurso de desenho 'Desenhando os caminhos dos tributos'
AÇÕES DO GOVERNO MS
Governo economiza milhões com trabalho prisional em obras públicas
Quando sorteado, consumidor precisa se cadastrar no site para receber prêmio. (Foto: Paulo Francis/Arquivo - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS SORTUDO NOTA MS PREMIADA
Sortudo que ganhou R$ 100 mil no Nota MS Premiada ainda não sacou o prêmio, veja se foi você
FÁTIMA DO SUL - DIA "J" MERCADO JULIFRAN
HOJE tem dia 'J' com tudo abaixo do preço no Mercado Julifran em Fátima do Sul
Marcelo Armôa AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Rumo ao Estado Carbono Neutro, MS contribui na criação do Consórcio Brasil Verde
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Pavimentação de rodovia interligando os pantanais coloca Rio Verde no cenário nacional do turismo