Menu
SADER_FULL
segunda, 10 de maio de 2021
Busca
ECONOMIA

" Lockdown tem mais resultados, mas a economia não pode ir para o buraco", diz Resende

Secretário avaliou a antecipação de feriados e medidas de distanciamento mais intensas feitas pelo Governo do Estado no último mês

19 Abr 2021 - 09h27Por Correio do Estado

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, afirmou na manhã de hoje que houve uma pequena melhora nos níveis de internações e mortes, devido às medidas restritivas adotadas pelo Governo do Estado no último mês de março.  

Porém, devido a nova variante do novo coronavírus (Covid-19), a P1 - no qual tem um grau de contagiosidade maior e mais agressivo -, o número de mortes e internações não tiveram uma queda satisfatória.  

Teve uma pequena melhora, com curva de decênio, mesmo que muito tênue. Mesmo que muito pequena, esse resultado é louvável. Estamos enfrentando índices de óbitos muito expressivos pelo tamanho do estado, devido a presença da P1. Essa variante é mais agressiva, com grau de contagiosidade maior, carga viral muito maior, o que está matando pessoas mais jovens”, analisou.

O secretário afirmou também que medidas mais duras e prolongadas trariam resultados mais eficazes para a decência do número de contágios e mortes. No entanto, a economia não pode sofrer.  

“Se as medidas fossem mais duras, nós teríamos resultados melhores. Infelizmente teremos que se adequar e se moldar para as circunstâncias do momento, não podemos levar a economia para o buraco também”, revelou.

Ocupação

Mato Grosso do Sul possui 579 leitos de UTI para Covid-19, onde 100,89% estão ocupados. De acordo com boletim epidemiológico da Covi-19, divulgado pela SES, neste sábado, o estado está com 1.196 pessoas hospitalizadas.  

São 538 doentes em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (387 público; 151 privado) e 658 enfermos (433 público; 225 privado) em leitos clínicos.  

A ocupação global de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) na macrorregião de Campo Grande está em 101%, Dourados em 95%, Três Lagoas 96% e Corumbá 83%.

Mato Grosso do Sul contabiliza 1.077 confirmações e 58 mortes de ontem (16) para hoje (17). Com isso, já totaliza 236.087 diagnósticos positivos e 5.156 mortes.

Em isolamento domiciliar encontram-se 11.455 doentes e recuperados somam 218.280. Os dados são do Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Visita Mais Social 730x480 1 730x425 MAIS SOCIAL
Equipes do Mais Social realizam visitas e busca por beneficiários com perfil é intensificada
AÇÕES DO GOVERNO MS
Governador anuncia o asfaltamento do trecho Eldorado - Porto Morumbi
FUNTRAB BORA TRABALHAR
BORA TRABALHAR: Capital e mais 26 municípios de MS oferecem 1.154 vagas de emprego
FGTS
Confira as doenças em que é permitido o saque integral do FGTS
FGTS
FGTS: Veja quem pode receber 40% de multa e qual é o valor para 2021
AUXÍLIO-ALUGUEL
Auxílio-aluguel vai dar ajuda de R$1.200; veja quem poderá
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Dourados adere ao PROPEIXE e recebe veículos e equipamentos para o setor de piscicultura
MUTIRÃO DA CNH
Restam apenas 50 vagas para mutirão de renovação de CNH com EAR neste sábado
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Investimentos do Governo do MS em infraestrutura levam municípios pecuários de MS a investir na Soja
SAFRA 2021
Com 98% asfaltada, MS-379 já diminui em 40% os custos do escoamento da safra