Menu
SADER_FULL
sexta, 4 de dezembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
SITIOCA ALVORADA
Bens retidos desde julho

Justiça Federal nega liberação de R$ 200 milhões da BBom

31 Mar 2014 - 14h00Por uOL

A juíza substituta da 4ª Vara da Justiça Federal em Goiânia (JF), Luciana Laurenti Gheller negou o pedido feito pela BBOM (Embrasystem) para a liberação de mais de R$ 200 milhões da empresa, bloqueados judicialmente desde o dia 5 de julho de 2013. A decisão acolhe parecer do Ministério Público Federal em Goiás (MPF) pela manutenção do bloqueio dos bens e valores da empresa.

Segundo divulgou o MPF em Goiás, a BBOM queria a liberação dos R$ 200 milhões alegando que R$ 33 milhões seriam para aquisição de 163.555 rastreadores, e o restante seria dividido em pagamentos de tributos (mais de R$ 140 milhões), de empregados (R$ 8,7 milhões), na manutenção da empresa (R$ 15,5), e em despesas operacionais (R$ 2,2 milhões).

O MPF considerou o valor dos tributos "totalmente descompassado da realidade", e sobre o qual não há notícia de cobrança judicial ou extrajudicial que justificasse a liberação de montante tão elevado. Além disso, o objetivo principal da ação judicial dos procuradores da República em Goiás, tem linha oposta, e visa que o dinheiro da empresa seja utilizado para reparar os danos causados aos consumidores e investidores.

Em decisão do dia 24, divulgada nesta segunda-feira, 31, pelo MPF, a juíza observou que a BBom não juntou ao pedido de desbloqueio sequer os demonstrativos originais de apurações de contribuições, enquanto uma liminar anterior era clara quanto à demonstração da regularidade dos recolhimentos. Para ela, a empresa apenas confessou débitos "estranhamente estratosféricos", sem dar sinais concretos de que pretendia fazer esta quitação.

Conforme o MPF, a Justiça Federal também indeferiu uma solicitação da Justiça do Trabalho de São José do Rio Preto/SP que pretendia liberar parte do dinheiro bloqueado visando o pagamento de débitos trabalhistas da BBOM.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMERGENCIAL IRREGULAR
Governo vai cobrar por SMS que 2,6 milhões de pessoas devolvam auxílio emergencial irregular
AÇÕES DO GOVERNO MS
Pacote de projetos do Governo contempla Refis Pandemia, que concede redução de até 95% nas dívidas
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Parque dos Poderes vai ganhar primeira revitalização em mais de três décadas
AÇÕES DO GOVERNO MS
Novo projeto de lei da Bolsa Atleta terá primeira votação nesta quinta-feira na Assemb. Legislativa
NOVOS PRAZOS
Detran-MS alerta para retomada de prazos que estavam suspensos por conta da pandemia
NOTA PREMIADA MS
No combate à sonegação fiscal, Nota MS Premida distribui R$ 3 milhões em prêmios
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Auxílio emergencial é confirmado com valor médio de R$ 688; veja como e quem recebe
OPORTUNIDADES
Detran inicia nesta quarta-feira (02), leilão de 479 sucatas aproveitáveis de motos e automóveis
AÇÕES DO GOVERNO MS
Governo apoia projeto de geração de renda com cerâmicas Kadiwéu
A PEDIDO DOS SERVIDORES
A pedido dos servidores, Governo de MS paga 13° salário nesta terça-feira