Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 1 de dezembro de 2020
SADER_FULL
Busca
UNIGRAN DOURADOS
economia

Juiz muda indicador de correção do FGTS e trabalhador ganha 60,5% mais

19 Fev 2014 - 16h45Por Campo Grande News

Um trabalhador de Campo Grande obteve, na Justiça, o direito de ter correção do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) e não pela TR (Taxa Referencial). A mudança no cálculo deverá ampliar o valor do fundo em 60,5%.

A sentença é do titular do Juizado Especial Federal de Campo Grande, Heraldo Garcia Vitta. Segundo um dos autores da ação, o advogado Rafael Coldibelli Francisco Filho, esta é a segunda decisão favorável à “correção justa” no País. A primeira foi no Rio de Janeiro.

Francisco Filho e Arthur Andrade Coldibelli Francisco ingressaram com ação em outubro do ano passado.
Eles pediram a correção no FGTS de um trabalhador, que ganha um salário mínimo por mês. Em 10 anos, o autor da ação recebeu R$ 10,3 mil de FGTS.

Como o juiz acatou a mudança no indicador de correção, o trabalhador terá um acréscimo de R$ 6,3 mil no FGTS.
A Caixa Econômica Federal poderá recorrer da sentença na Turma Recursal do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, que fica em São Paulo.

Enxurrada – Desde o ano passado, quando o STF (Supremo Tribunal Federal) se manifestou a favor da troca no indicador de correção do FGTS, vários advogados estão ingressando com ações no País para obrigar o Governo a fazer a correção.

Segundo Francisco Filho, a TR tem praticamente correção anual próxima de zero, o que traz perda para o titular do fundo, porque o índice fica abaixo da inflação.

Com o INPC, pelo menos, o trabalhador consegue recuperar o poder de compra do FGTS. Ele explicou que não pediu a correção pelo IGPM (Índice Geral de Preços de Mercado), porque o impacto nas contas públicas será menor.

O advogado explica que o valor pode ter acréscimo de até 150%, dependendo do perído em que o trabalhador passou a ter o registro em carteira e o direito ao fundo. 

Atualmente, o Juizado Especial Federal de Campo Grande tem cerca de 250 ações pedindo a mudança no índice de correção do FGTS. Só o escritório de Rafael Francisco Coldibelli Francisco Fiho tem 68 ações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO MS
Governo apoia projeto de geração de renda com cerâmicas Kadiwéu
A PEDIDO DOS SERVIDORES
A pedido dos servidores, Governo de MS paga 13° salário nesta terça-feira
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Pavimentação da MS-389 está entre as obras do Governo Presente
AÇÕES DO GOVERNO MS
Governo lança programa estadual para incentivar cooperativismo em MS
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab intermedia 1.117 vagas de emprego em Mato Grosso do Sul
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Estado monitora sítios arqueológicos na MS-450 e pavimentará trecho de 765 metros
EMPREGO E RENDA
Cerca de 5 mil indígenas de MS são contratados por empresas de SC e RS para a colheita da maçã
FÁTIMA DO SUL - DIA "J" MERCADO JULIFRAN
Hoje tem Dia 'J' com tudo abaixo do preço no Mercado Julifran, VEJA OFERTAS em Fátima do Sul
PÁTIO ZERO
VEJA COMO PARTICIPAR: Detran-MS abre três leilões com mais de 700 motocicletas nesta terça-feira
NOTA MS PREMIADA
SERÁ QUE FOI VOCÊ: Mais de R$ 640 mil ainda não foram resgatados do Nota MS Premiada