Menu
SADER_FULL
sábado, 6 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AÇÕES DO GOVERNO MS

Gov. aguarda Legislativo aprovar projeto que trata da regularização de imóveis do extinto Previsu

Se aprovada, 644 famílias serão beneficiadas.

16 Fev 2021 - 09h18Por Portal do MS

Projeto de lei que autoriza a Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab) a regularizar contratos firmados entre beneficiários e o extinto Instituto de Previdência Social de Mato Grosso do Sul (Previsul), já está em tramitação na Assembleia Legislativa. A matéria foi protocolada no último dia 10 e vai passar pelas comissões antes de ser discutido em plenário.

A proposta permite o perdão de todo o saldo devedor dos mutuários titulares de contratos que não integram a cessão de ativos imobiliários realizada pelo Estado para o Banco UBS Pactual S/A, em 15 de dezembro de 2006.

Se aprovada, 644 famílias serão beneficiadas. Uma delas é a de Izenir Pereira do Carmo Coelho, de 64 anos. O contrato da casa dela, na Vila Olinda, em Campo Grande, tem mais de 35 anos. “Esse projeto vai ser muito bom. Eu assinei o contrato no dia 1º de julho de 1985 e até hoje não tenho a escritura. Nós quitamos todas as parcelas, mas não podemos vender o imóvel. Quando eu me mudei para cá, tinha só uma filha, hoje eu tenho três. Então, vai ser bom ter o documento de que a casa é minha”, disse. 

Para o governador Reinaldo Azambuja, a regularização garante a legitimidade da propriedade. “O projeto de lei está em consonância com o direito fundamental à moradia e vai ao encontro do que diz a Constituição, de que é competência comum da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios promover programas de construção de moradias e melhorias das condições habitacionais. A casa própria dá dignidade à família e melhora a qualidade de vida”, afirmou.

A diretora-presidente da Agehab, Maria do Carmo Avesani Lopez, explicou que o projeto atinge contratos assinados há três décadas. “São contratos de mais de 30 anos e que já estão prescritas eventuais ações de cobrança. Com essa lei, será possível regularizar essa situação”.

Na década de 80, o Instituto de Previdência Social de Mato Grosso do Sul (Previsul), além dos serviços previdenciários, oferecia assistência médica e odontológica e financiava imóveis para servidores públicos. Quando o Previsul foi extinto, a carteira imobiliária acabou incorporada ao patrimônio do Estado.

Paulo Fernandes, Subcom

Foto: Edemir Rodrigues

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO MS
Com obras em vias urbanas, governo ajuda prefeituras a fazer entregas à população
MS FORTE
Investindo em saneamento, MS recebe reconhecimento e se torna referência nacional
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Auxílio emergencial tem liberação de R$ 40 a R$ 500 nestas localidades, CONFIRA
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
'Rodovias, pontes e estradas garantem a pujança do agro em MS', diz Eduardo Riedel
MS CONTRATA Aplicativo APLICATIVO FUNTRAB
Aplicativo da Funtrab "MS Contrata+" está com mais de 18 mil currículos cadastrados
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Prefeitura de Bodoquena abre processo seletivo com salários de até R$ 3.686,38
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Investimentos em rodovias, pontes e estradas contribuem com escoamento da produção de soja em MS
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
JBS anuncia 154 vagas de emprego para unidades de Dourados e Ponta Porã
CONCURSO PÚBLICO
Reinaldo Azambuja autoriza concurso público com 250 vagas para Polícia Civil