Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 23 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS

Governo de MS deve investir mais de R$ 1,5 bilhão neste ano

A informação é do governador Reinaldo Azambuja.

24 Ago 2020 - 13h38Por Portal do MS

Na contramão de praticamente todos os estados brasileiros e mesmo enfrentando o estrago provocado pela Covid-19, Mato Grosso do Sul pode fechar 2020 com crescimento da economia e investimentos ultrapassando a casa de R$ 1,5 bilhão nas mais diversas áreas. A informação é do governador Reinaldo Azambuja.

“O poder público hoje tem a capacidade de fazer investimentos. Isso é importante. Se você olhar entre todos os investimentos - saneamento, habitação, infraestrutura [etc] - vamos ultrapassar R$ 1,5 bilhão, mesmo na pandemia, no ano de 2020”, afirmou o chefe do Executivo. “Temos estados [brasileiros] em que o PIB vai ultrapassar uma queda de 10%. Eu acho que no ano de 2020, Mato Grosso do Sul devemos terminar o ano talvez até crescendo um pouquinho, diferente do Brasil todo”, acrescentou.

E se para 2020 o cenário é positivo para o Estado, inclusive obtendo o terceiro melhor resultado do país na geração de empregos com carteira assinada com 1.561 novos postos de trabalho, no acumulado de janeiro a julho de 2020, a projeção para o próximo ano é melhor ainda.

Mato Grosso do Sul deverá obter o melhor desempenho do país no pós-pandemia, em 2021. Levantamento da Tendências Consultoria Integrada, divulgado no último domingo (23), revela que o Estado pode fechar o próximo ano com crescimento no Produto Interno Bruto (PIB) de 2,7%, em relação a 2019. Com esse desempenho, Mato Grosso do Sul será um dos cinco - com Pará, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Goiás - a ter melhora na economia em 2021.

Para o governador Reinaldo Azambuja, a conjuntura é resultado de investimentos e medidas responsáveis que, apesar de impopulares, prepararam Mato Grosso do Sul para o futuro. “Valeu a pena a gente ter feito o dever de casa. É aquilo que eu disse já a vocês: às vezes, a gente toma o remédio amargo, mas ele muitas vezes cura a doença. Esse remédio amargo que tomamos durante o mandato - tendo coragem de enfrentar uma reforma administrativa, teto de gastos e reforma previdenciária - consolidou Mato Grosso do Sul como um estado de viabilidade”, declarou.

Ele destacou ainda o papel do investimentos estruturantes na integração logística para a geração de empregos, atração de investimentos privados e fortalecimento da economia. Mato Grosso do Sul encabeça o projeto da Rota Bioceânica, uma ligação ao Oceano Pacífico que irá reduzir em 14 dias a distância e o custo do transportes dos produtos da América do Sul ao continente asiático - que é o maior consumidor do Estado.

E na última semana, os governadores Reinaldo Azambuja e Carlos Massa Ratinho Junior (Paraná) assinaram um acordo visando a construção de um corredor ferroviário de exportação com 1.370 quilômetros, ligando regiões produtoras de Mato Grosso do Sul ao porto de Paranaguá.

Paulo Fernandes, Subcom

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO MS
Resultado do leilão da Sanesul encurta tempo de universalização e garante saúde para população de MS
DUPLICAÇÃO BR-163
BR-163 em MS tem relicitação da concessão autorizada pelo governo federal
JUSTIÇA ITINERANTE
Carreta da Justiça volta a atender cidades do interior em novembro
GAS NATURAL
Decisão do STF evita perda na arrecadação de R$ 1,2 bilhão, diz Reinaldo Azambuja
HONESTIDADE
Cortador de cana acha carteira com R$ 8 mil e devolve ao dono, em Goiás
RIO PARANA
A pedido do Governo de MS e PR, União autoriza estudo para obra viária em Taquarussu e região
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concurso com salários de até R$ 5,2 mil fecha inscrições nesta quinta-feira
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários
COMODIDADE
Totens de serviços do Detran-MS prometem agilizar atendimento
MS 43 ANOS
Com investimentos do Estado, Itaquiraí entrega moradias e estimula geração de empregos