Menu
SADER_FULL
segunda, 30 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
economia

Dólar dispara e dica é comprar aos poucos; veja 5 passos a seguir

1 Fev 2014 - 08h42Por Uol

Os países emergentes estão sofrendo com a forte desvalorização de suas moedas. O Brasil foi colocado pela imprensa internacional como um dos "cinco frágeis", termo usado pelo banco Morgan Stanley para identificar os países que sofreriam mais com a mudança da política econômica e o fim dos estímulos nos EUA. O grupo engloba Brasil, África do Sul, Índia, Indonésia e Turquia. Com dólar e juros em alta, como se proteger? As dicas foram dadas por três especialistas: Evaldo Alves, professor de Economia da FGV-Eaesp; Marcos Crivelaro, professor de Finanças da Fiap; e Rodrigo Hudson, sócio-diretor da Cotar Câmbio

Evitar cartão no exterior

Se for viajar para fora do país, os especialistas recomendam levar a maior parte do valor a ser gasto em dinheiro, para evitar pagar IOF de 6,38% nos gastos com cartão de crédito e de débito. Se quiser optar pelo cartão, pela praticidade e segurança, prefira o de débito. O uso do cartão de crédito no exterior deve ser evitado, pois a cotação do câmbio só é conhecida no momento da fatura, incerteza que deve ser evitada a todo custo em momentos de grande oscilação do câmbio.

Comprar dólar aos poucos

Com a tendência de aumento do dólar, a dica é planejar a viagem com antecedência. Rodrigo Hudson, da Cotar Câmbio, aconselha comprar dólares aos poucos. "É uma estratégia de proteção num curto prazo", diz. Se a viagem for feita daqui a 6 meses e o gasto planejado for de US$ 3.000, o ideal é comprar US$ 500 por mês, para diluir os custos e não ter surpresas no caminho. Evaldo Alves, da FGV-Eaesp, aconselha a antecipar o que for possível, como reservas em hotéis e compra de passagem aérea.

Compra de carros ou imóveis
 

Se for comprar carro, prefira os fabricados no Brasil, para evitar a alta do dólar. Para o professor de Finanças da Fiap, Marcos Crivelaro, convém não se endividar por longos períodos em momentos de crise na economia. Se tiver o dinheiro para pagar à vista, pechinche. Para Evaldo Alves, da FGV-Eaesp, o financiamento de imóvel não é afetado pelo dólar. O importante é fazer o planejamento para não comprometer demais a renda, e ficar atento à inflação e à perspectiva de alta da taxa de juros.

Investimentos com cautela
 

O momento é de cautela. Os especialistas recomendam deixar a maior parte das economias em produtos de renda fixa. Mesmo com a perspectiva de alta do dólar, não aconselham a investir na moeda, a não ser que pretenda viajar ou pagar compras feitas no exterior. Se quiser investir em ações, aconselham a análise fundamentalista para verificar se a empresa é sólida. Investimentos de risco só para quem tem muito conhecimento do mercado.

Organizar as finanças

Organizar as finanças é um trabalho que todos deveriam fazer a qualquer tempo, seja em períodos de crise ou não, para que a família saiba quanto tem de receita e quanto tem de despesas, para cortar gastos inúteis e poupar uma parte da renda todo mês. Isso faz com que as pessoas tenham mais tranquilidade para vivenciar momentos de incerteza. A dica do professor Evaldo Alves, da FGV-Eaesp, é que as pessoas busquem aumentar suas receitas, diversificando suas fontes de renda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab intermedia 1.117 vagas de emprego em Mato Grosso do Sul
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Estado monitora sítios arqueológicos na MS-450 e pavimentará trecho de 765 metros
EMPREGO E RENDA
Cerca de 5 mil indígenas de MS são contratados por empresas de SC e RS para a colheita da maçã
FÁTIMA DO SUL - DIA "J" MERCADO JULIFRAN
Hoje tem Dia 'J' com tudo abaixo do preço no Mercado Julifran, VEJA OFERTAS em Fátima do Sul
PÁTIO ZERO
VEJA COMO PARTICIPAR: Detran-MS abre três leilões com mais de 700 motocicletas nesta terça-feira
NOTA MS PREMIADA
SERÁ QUE FOI VOCÊ: Mais de R$ 640 mil ainda não foram resgatados do Nota MS Premiada
VALORIZAÇÃO
Salários dos mais de 79 mil servidores estaduais será depositado nesta sexta e disponível no sábado
MS EM DESTAQUE
MS cria 4,6 mil vagas de trabalho em outubro; mercado fecha no azul pelo 5° mês consecutivo
CNH VENCIDA
Motoristas poderão dirigir com CNH vencida por até um ano; entenda
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques a nascidos em julho e paga inscritos no Bolsa Família nesta quinta