Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 29 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
vida de empresário

Deputados devem votar ampliação do Simples ainda em abril

16 Abr 2014 - 17h44Por Terra

O Simples surgiu no final de 2006 para facilitar o pagamento de impostos de micro e pequenas empresas: uma única taxa quita todas as obrigações fiscais. O benefício começou restrito a atividades comerciais e posteriormente foi estendido a alguns serviços, mas vários ainda ficam de fora. Um projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados pretende justamente universalizar o Simples, levando-o a cerca de 200 atividades, como escritórios de advocacia, clínicas médicas, consultórios de dentistas e pequenas imobiliárias.

Os projetos de leis complementares (PLPs) 221 e 237/12, se aprovados, ampliam o benefício a todas as micro e pequenas empresas que tenham faturamento até R$ 3,6 milhões ao ano, independentemente da atividade desempenhada por elas. Com isso, deixarão de ser enquadradas no regime de lucro presumido e passarão a pagar seus tributos por meio do Documento Único de Arrecadação (DAS).

Com a iniciativa, o coordenador da Frente Parlamentar das Micro e Pequenas Empresas, deputado Guilherme Campos (PSD-SP), acredita que haverá aumento da formalização, o que evitaria a perda de arrecadação por parte do governo. “Nós defendemos que, com a formalização de mais empresas, ou seja, mais empresas pagando impostos, mais postos de trabalho formais, nós estaremos automaticamente contribuindo para aumentar a arrecadação”, disse durante em discurso no plenário.

publicidade

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), fixou a votação em plenário para 29 de abril. Caso sejam aprovados, ainda precisarão passar pelo crivo do Senado. Se a Casa não fizer alterações, seguem direto para a sanção da presidente, que terá 15 dias úteis para aprovar ou vetar o texto. Se os senadores aprovarem os projetos com emendas, eles terão de passar mais uma vez pelos deputados antes de chegar ao gabinete da presidência.

A lista de tributos abrangidos pelo Supersimples inclui o Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ), Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e Imposto sobre Serviços (ISS). Além disso, abrange as contribuições Patronal Previdenciária (CPP), Sobre o Lucro Líquido 9 CSLL), Programa de Integração Social (PIS), Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) e o Financiamento da Seguridade Social.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VAGAS DE EMPREGO
Governo do Estado divulga resultado de seletiva Simplificado para contratação de médicos legistas
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa deposita auxílio emergencial nesta 5ª feira para nascidos em novembro
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Investimento em água marca aniversário de Nova Alvorada do Sul
MS 43 ANOS
Investimentos do Governo promovem desenvolvimento urbano em Sonora
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com mais três projetos em estudo, Azambuja destaca sucesso de parcerias com a iniciativa privada
Fios caídos na calçada NA ESCURIDÃO
769 clientes de Fátima do Sul que gerou nota de repúdio à Energisa estão sem luz
SALARIO EM DIA
Governador divulga pagamento de outubro e diz que servidor pode escolher data do 13°
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Reinaldo Azambuja anuncia promoção de 3,7 mil servidores civis e militares
PESQUISA PROCON/MS
DIA DE FINADOS: Procon apresenta variação de mais de 660% no preço das flores em MS
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Salário em dia e valorização dos servidores são prioridades do Governo do Estado