Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 7 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
rodovia BR-163

Com privatização da BR-163, motorista que atravessar Estado vai pagar 8 vezes valor de tarifa

Setor do transporte teme que transportadoras desviem da rota de Mato Grosso do Sul

2 Dez 2013 - 15h41Por MS Record

O leilão da BR-163 em Mato Grosso do Sul, marcado para 17 de dezembro, traz expectativa aos setores que dependem da rodovia. Em Mato Grosso, o pedágio ficou 52% mais baixo do que o teto previsto no edital. Todos esperam um valor parecido. Será uma praça de pedágio a cada 100 quilômetros rodados dessa forma para atravessar MS pela BR-163 o motorista terá de pagar pelo menos  oito vezes o valor da tarifa. 

O setor do transporte de cargas teme que uma tarifa alta faça as transportadoras desviarem da rota de Mato Grosso do Sul.

São cerca de 60 mil veículos, que por dia cruzam o Mato Grosso do Sul, pela BR-163, rodovia que fica entre as divisas de Mato Grosso e Paraná, pouco mais de 847 quilômetros  de estrada que serão privatizados  para serviços de melhoria principalmente  duplicação.

Esta semana em Mato Grosso a privatização da BR-163 por meio de leilão fechou a tarifa em R$ 2,63 a cada 100 quilômetros rodados, um deságio de 52% no teto estabelecido do edital que era de R$ 5,50.

Nesta quinta-feira durante entrega de viaturas o governador de MS, André Puccinelli falou dos benefícios que a privatização da rodovia vai trazer para o Estado. 

“Uma rodovia duplicada em 5 anos, como estará no edital e com um dos pedágio menores do Brasil como eu tinha levado um estudo para o presidente Lula e depois para a presidente Dilma fazer, duplicação de 842 quilômetros, rodovia tranquila como as de São Paulo, uma BR do governo federal e um pedágio que requereremos que seja como nos estudos que nós fizemos o mais barato do Brasil”, diz o governador.

Os produtores rurais esperam que o valor da tarifa seja compatível com a produção agrícola do estado e o presidente da Aprosoja de MS, acredita que no Estado o deságio do leilão será maior.

“Seria bacana se pudesse acertar os valores  daquilo que o Estado produz, mas acho que vai estar sendo levado em consideração o fluxo dessas estradas e as condições do que a gente precisa escoar do nosso estado e dos estados vizinhos que fazem uso da 163, dentro do nosso estado, pensando nisso eu acredito que nós vamos ter um valor adequado com a produção do Estado”, diz o presidente da Aprosoja, Almir Dalpasquale.

Em MS a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), estabeleceu o teto para o valor do pedágio em R$ 9,27 será uma praça de pedágio a cada 100 quilômetros rodados dessa forma para se atravessar Mato Grosso do Sul pela BR-163 o motorista terá de pagar pelo menos  oito vezes o valor da tarifa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROTESTOS
Funcionários protestam contra demissões e terceirização na Energisa em Mato Grosso do Sul
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Com investimento de R$ 25 milhões, duplicação da MS-156 começa nas próximas semanas
REABERTURA DO COMÉRCIO
Brasil e Paraguai podem reabrir comércio na fronteira em 10 dias, diz ministro
FÁTIMA DO SUL - EMENDAS DA SENADORA
Entre construção do Corpo de Bombeiros e saúde, Simone já destinou R$ 1,8 milhão para Fátima do Sul
PONTE DE MADEIRA
Fogo 'engole' ponte e Agesul trabalha para liberar tráfego na MS-228
L & A MODAS - FATIMA DO SUL
Mega promoção do Dia dos Pais essa semana na L & A Modas de Fátima do Sul
CORTES DE ENERGIA
Clientes denunciam mutirão de cortes da Energisa em bairros de Campo Grande
FÁTIMA DO SUL - ESPECIAL DIA DOS PAIS
O Boticário atenderá até às 15h deste sábado especial Dia dos Pais, veja promoções em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - MERCADO JULIFRAN
Ofertas da Semana dos Pais terá sorteio de mega kit churrasco no Mercado Julifran em Fátima do Sul
AGRICULTURA FAMILIAR
Fátima do Sul, Glória e Deodápolis receberão caminhões para conservação de estradas 5ª feira