Menu
SADER_FULL
quinta, 26 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
JUNINHO DENTISTA NOVO
economia

Com folha de R$ 276 milhões, INSS é o principal pagador em municípios de MS

26 Mar 2014 - 06h55Por Campo Grande News

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) libera por mês cerca de R$ 276 milhões a 335.366 beneficiários de Mato Grosso do Sul e ocupa o posto de maior pagador na maioria dos 79 municípios do Estado.

Quinta no ranking das cidades que mais recebem o recurso, Ponta Porã, por exemplo, não tem maior fonte pagadora do que o INSS. No município, são 10.356 aposentados e pensionistas que partilham pouco mais de R$ 7,9 milhões.

“A folha é maior do que da prefeitura”, comentou o prefeito Ludimar Novais (PPS). Em média, a administração desembolsa R$ 6,7 milhões por mês para pagar os funcionários. “O principal pagador é o INSS, depois a prefeitura e o quartel”, completou.

Em Naviraí, a folha do INSS também superou a da prefeitura pelo menos no mês de fevereiro, quando a administração depositou R$ 4,5 milhões para pagar os salários. O INSS, por sua vez, prevê pagamento de mais de R$ 5,4 milhões, referentes ao benefício de março aos 7.278 dependentes.

Ranking - Com um terço da população do Estado, Campo Grande é o município com maior número de beneficiários e que mais recebe verba do INSS. Por mês, são despejados R$ 93,8 milhões a 100.010 pessoas.

Dourados é o vice-líder com repasse de R$ 23 milhões a 27.376 cidadãos. Depois, aparece Três Lagoas com verba de R$ 14,2 milhões a 15.255 dependentes. Corumbá tem 12.487 beneficiários, que partilham por mês em torno de R$ 10,3 milhões.

Aquidauana é a sexta cidade do ranking, com receita do INSS na ordem de R$ 6,9 milhões a 8.997 dependentes. Nova Andradina recebe R$ 6,7 milhões e registra 8.793 beneficiários. À Paranaíba, o instituto manda R$ 5,3 milhões a 6.973 pessoas. Décima da lista, Amambai recebe R$ 4 milhões e tem 5.687 cidadãos cadastrados.

Economia aquecida - Para os prefeitos, o salário dos aposentados e pensionistas é bem-vindo por aquecer a economia local. “Tudo o que entra no comércio ajuda o município a desenvolver, com maior arrecadação de impostos e geração de renda”, resumiu o prefeito de Naviraí, Léo Matos (PV).

Em Ponta Porã, o comércio também aquece nos dias de liberação do salário. “O pessoal sai de casa para receber o benefício, pagar contas e comprar”, destacou o prefeito.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VALORIZAÇÃO
Salários dos mais de 79 mil servidores estaduais será depositado nesta sexta e disponível no sábado
MS EM DESTAQUE
MS cria 4,6 mil vagas de trabalho em outubro; mercado fecha no azul pelo 5° mês consecutivo
CNH VENCIDA
Motoristas poderão dirigir com CNH vencida por até um ano; entenda
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques a nascidos em julho e paga inscritos no Bolsa Família nesta quinta
JAIME VERRUCK. Secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar de Mato Grosso do Sul - Álvaro Rezende/Correio do Estado RELAÇÃO COMERCIAL
"A China é um mercado prioritário para MS", diz secretário
OPERAÇÃO PATIO ZERO
Mais de 400 motocicletas estão disponíveis em leilão de sucata aproveitável
PATRULHA AMBIENTAL
Estado e Sudeco se unem para adequar estradas e evitar turvamento de rios de Bonito
TORRA ESTOQUE MS
Torra Estoque MS segue até sábado com descontos especiais para população
GOVERNO PRESENTE EM DOURADOS
GOVERNO PRESENTE: Obra do acesso do Aeroporto à BR-463 contempla pedido de Barbosinha em Dourados
ALTA NO PREÇO
Bolsonaro diz que alta nos preços dos alimentos é consequência do "fique em casa"