Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 26 de novembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
mercado

Campanha contra obesidade ameaça a Coca-Cola

6 Mar 2014 - 11h25Por Folha

A Coca-Cola reinou por muitos anos como a marca mais valiosa do mundo, mas em 2013 Apple e Google a superaram no ranking anual de marcas da Interbrand.

A primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, está promovendo uma campanha de combate à obesidade, e insta os americanos a beberem mais água. Michael Bloomberg, antigo prefeito de Nova York, tentou proibir a venda de refrigerantes extragrandes durante o seu governo.

E na semana passada, a FDA (agência que regulamenta o mercado de alimentos nos EUA) propôs novas normas de identificação que forçariam os fabricantes a expor com mais destaque os gramas de açúcar adicionado, o que incluiria o xarope de milho com alto teor de frutose usado pela Coca-Cola.

A empresa sempre foi vista como exemplo de ações de alto valor, propiciando retornos firmes nos bons e nos maus momentos.

Mas 15 dias atrás ela reportou queda nas vendas no crucial mercado da América do Norte, além de crescimento decepcionante no mundo, o que alarmou investidores e provocou queda das ações.

"As bebidas carbonadas estão sofrendo forte queda", diz John Sicher, editor responsável pela revista especializada "Beverage Digest".

"Os ventos contrários das campanhas de combate à obesidade e por uma melhor saúde são difíceis de enfrentar", diz.

"As grandes companhias de refrigerantes, especialmente a Coca-Cola, estão na encruzilhada mais importante de suas existências."

  Carla Göttgens - 14.ago.2012/Bloomberg  
Fábrica da Coca-Cola em Melbourne, na Austrália; marca deixou de ser a mais valiosa do mundo em 2013
Fábrica da Coca-Cola em Melbourne, na Austrália; marca deixou de ser a mais valiosa do mundo em 2013

JOVENS

Os motivos são variados e complexos. O consultor de marcas Martin Lindstrom diz que suas pesquisas indicam que a idade média do consumidor de Coca-Cola é 56 anos.

"Eles acham que são jovens quando a bebem. Mas os jovens na verdade estão buscando alternativas, como as bebidas energéticas", diz.

Lindstrom afirma que suas pesquisas apontam que os jovens não gostam de bebidas com teor elevado de carbono. A Coca-Cola é mais gaseificada que a Pepsi, e tem teor de carbono duas vezes maior do que bebidas energéticas.

E os pais, que em gerações anteriores apresentavam a Coca-Cola aos seus filhos, vêm hesitando em fazê-lo, devido a preocupações com a saúde. "Antigamente, a primeira Coca-Cola da vida de uma pessoa era um marco. As lembranças de infância perduravam pelo resto da vida. Mas essa transmissão do costume está se dissolvendo."

INOVAÇÕES

Ravi Dhar, professor de marketing da Universidade Yale, diz que o desafio da Coca-Cola é especialmente difícil porque está vinculado a uma ampla virada na preferência do consumidor. "A inovação seria um caminho."

Sicher, da "Beverage Digest", acrescenta que "inovações quanto a calorias e adoçantes são essenciais".

A Coca-Cola ainda tem seus defensores. "A companhia tem uma rede de distribuição e lealdade do consumidor incríveis", diz Bruce Greenwald, professor da Universidade Columbia.

"De vez em quando, há um mau trimestre e as pessoas entram em pânico. E é possível que essa lealdade realmente esteja acabando. Mas dizer que os americanos estão se tornando mais saudáveis? Eu não apostaria nisso."

Deixe seu Comentário

Leia Também

PATRULHA AMBIENTAL
Estado e Sudeco se unem para adequar estradas e evitar turvamento de rios de Bonito
TORRA ESTOQUE MS
Torra Estoque MS segue até sábado com descontos especiais para população
GOVERNO PRESENTE EM DOURADOS
GOVERNO PRESENTE: Obra do acesso do Aeroporto à BR-463 contempla pedido de Barbosinha em Dourados
ALTA NO PREÇO
Bolsonaro diz que alta nos preços dos alimentos é consequência do "fique em casa"
AUXILIO POPULAÇÃO
Ala política defende prorrogar auxílio emergencial, mas Bolsonaro ainda não decidiu
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Com apoio da Defesa Civil Nacional, Estado construirá 15 pontes de concreto no Pantanal
COMBATE AO MOSQUITO
Ação estratégica: Governo faz Dia D da campanha "Aproveite a Quarentena e Limpe o seu Quintal"
AÇÕES DO GOVERNO MS
Antecipação de salários, incluindo 13º, aquece o mercado e resgata a confiança do consumidor, avalia
VENDA DE CARROS
A venda de carros novos continua crescendo
OPORTUNIDADE
Concurso público tem 78 vagas e salários chegam a R$ 3,2 mil em MS