Menu
SADER_FULL
quarta, 3 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
ECONOMIA

André anuncia 3ª fábrica de celulose e investimento será de R$ 8 bilhões

8 Out 2013 - 15h27Por Campo Grande News

O governador André Puccinelli (PMDB) anunciou, nesta terça-feira (8), a construção da terceira indústria de papel e celulose em Mato Grosso do Sul. O investimento será de R$ 7 bilhões a R$ 8 bilhões e as obras começam em junho de 2014. O anúncio foi feito no 46º Congresso e Exposição Internacional de Celulose e Papel, que acontece em São Paulo.

O nova indústria será construída em Ribas do Rio Pardo, a 103 quilômetros. Atualmente, o Estado conta com duas mega fábricas de celulose, a Fibria e a Eldorado, em Três Lagoas. Além dessa, que não teve o nome divulgado, segundo o governador, a quarta será a Arauco, do Chile, mas a medida depende da mudança na interpretação da Lei para Estrangeiros, que limita a compra de terras.

“E também existe a negociação de uma empresa com o Governo do Estado para implantar uma fábrica de MDF na região de Três Lagoas”, completou. Em palestra para integrantes de toda a cadeia produtiva da indústria de papel e celulose, André Puccinelli confirmou os projetos de duplicação das plantas da Fibria e Eldorado, que atualmente produzem 1,3 milhão e 1,5 milhão de toneladas, respectivamente.

A expansão desse segmento é um dos resultados concretos da política de diversificação da matriz econômica adotada pela administração e Mato Grosso do Sul a partir de 2007. Aproveitando a localização geografia estratégica, o governo fez o Zoneamento Ecológico-Econômico, promoveu a desburocratização do licenciamento para empreendimentos florestais em terras degradadas, e instituiu o Plano Estadual para o Desenvolvimento Sustentável de Florestas Plantadas.

“Devido a essa política ousada, mais agressiva, e ampliando os incentivos fiscais e tributários que existiam, nos tornamos mais competitivos em alguns setores. Além disso, temos parcerias com a Federação das Indústrias, com o Sebrae, com o Senar [Serviço Nacional de Aprendizagem Rural] e os Municípios para formar mão de obra”, destacou o governador.

Conforme o Governo, em seis anos, a área de florestas plantadas no Estado saltou de 160 mil hectares para 597 mil hectares. A meta é chegar a 1 milhão de hectares. Neste ano, o Estado prevê 100 mil hectares e outros 100 mil hectares em 2014.

“Uma empresa não se instalada em um lugar aonde não se chega e de onde não se sai. Por isso, desde janeiro de 2007 começamos um estudo e elencamos programas para implantar a logística necessária para sermos mais competitivos. Fizemos o MS Forte 1 e agora estamos fazendo o MS Forte 2”, contou. Só a segunda fase do programa prevê investimentos de R$ 3,6 bilhões em infraestrutura e nas áreas social, como educação e saúde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ABERTURA FRONTEIRA
Liderada por comerciantes, carreata em dois países pede fronteira aberta
REFIS DE ICMS
Governo envia projeto de nova prorrogação do Refis de ICMS
ECONOMIA
A um dia do depósito, folha de R$ 395 milhões deve movimentar economia de MS
VICENTINA - DELIVERY - PESQUEIRO 7 BELLO
Pacu sem espinho e outras opção é no Delivery do Pesqueiro 7 Bello, entrega em Fátima e Vicentina
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS planeja processo de retomada segura do desenvolvimento pós pandemia
VICENTINA - APOIO NA PANDEMIA
Educação entrega Kits com gênero alimentício aos estudantes da Rede Municipal de Ensino em Vicentina
FÁTIMA DO SUL - CARCARÁ IMÓVEIS
Carcará Imóveis está doando 1.000 máscaras, veja como retirar a sua em Fátima do Sul
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
NOTA MS PREMIADA
Confira ganhadores do 4º sorteio da Nota MS Premiada
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos