Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 23 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ALVORADA
de Naviraí

Unidas pelo coração, gêmeas siamesas morrem em hospital de Goiás

21 Jan 2014 - 14h02Por Campo Grande News

As gêmeas siamesas, nascidas em 28 de novembro na Santa Casa de Campo Grande e unidas por um só coração, morreram ontem em Goiânia (Goiás).

Elas estavam internadas no Hospital Materno Infantil. De acordo com o cirurgião pediátrico Zacharias Calil, que atendeu as meninas, elas foram vítimas de insuficiência cardíaca.

“Sempre estiveram em estado grave, desde que nasceram. Um coração único é muito grave, sempre respirando por aparelhos”, afirma o médico ao Campo Grande News. Não havia possibilidade de separação das crianças.

A mãe das crianças, uma mulher de 21 anos, tinha viajado a Goiânia para acompanhar o tratamento das filhas. Ela mora em Naviraí e tem um filho.

A resistência das meninas surpreendeu os médicos, pois, em casos similares, os bebês sobrevivem poucos dias após o parto. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Em nova parceria, Estado e bancada federal entregam unidades de resgate para 05 cidades de MS
ALERTA DE SEGURANÇA
Defesa Civil emite alerta de chuvas intensas e rajadas de ventos de até 100 km/h
NAVIRAÍ E TODO MS DE LUTO
Morre deputado estadual Onevan de Matos
Confira quantos eleitores vão às urnas neste domingo em Culturama e Fátima do Sul FÁTIMA DO SUL E CULTURAMA
Confira quantos eleitores vão às urnas neste domingo em Culturama e Fátima do Sul
FALTA DE ENERGIA
Está sem luz? Energisa diz que temporal com '6 mil raios' é responsável por queda de energia
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo do Estado entrega 20 motos BMW para a PM e o Corpo de Bombeiros Militar
CALORZINHO NO MS
Cidade de MS bate recorde histórico de temperatura máxima 44,6 °C
SORTUDOS DE MS
SORTUDOS DE MS: 5 apostadores levam a quina da Mega-Sena, confira se foi você
MS DESTAQUE
Com práticas voltadas para Educação e Gestão Pública, MS é destaque em 1º Prêmio do Brasil Central
FERIADÃO CHEGANDO
Feriado prolongado na pandemia: consciência, reponsabilidade e cuidados redobrados