Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 3 de dezembro de 2020
SADER_FULL
Busca
JUNINHO DENTISTA NOVO
mato grosso do sul

Técnicos da Funai vistoriam áreas reivindicadas por índios em MS

10 Out 2013 - 17h06Por G1

Três equipes técnicas da Fundação Nacional do Índio (Funai) estão na região de Sidrolândia, a 70 km de Campo Grande, nesta quinta-feira (10), para fazer vistorias nas propriedades rurais localizadas na área da terra indígena Buriti, reivindicada pelos indígenas da região. Uma das fazendas foi palco de conflito entre terenas e policiais federais durante reintegração de posse em maio de 2013.

Para colocar um fim na situação, o Governo Federal se propôs a comprar as áreas dos produtores. Chegou a ser cogitado o uso de Títulos da Dívida Agrária (TDA) para conseguir a verba necessária, mas ainda não houve um desfecho concreto sobre o que será realmente feito.

O objetivo dos trabalhos dos técnicos é avaliar o valor das fazendas. As análises começaram no dia 25 de setembro, segundo o engenheiro agrônomo Luiz Antônio Araújo, que compõe uma das equipes.

Durante esta quinta, o grupo esteve na fazenda São Sebastião da Serra, que é uma das 32 propriedades localizadas dentro da área Buriti. Com essa, já foram percorridas cerca de dez fazendas.

Araújo disse ao G1 que a avaliação em cada propriedade rural é acompanhada por um responsável pelo local e, em casos de áreas invadidas, um indígena também acompanha.

"Temos que conferir e avaliar o pasto, a casa, o curral, a cerca, árvores frutíferas, açudes, represas, energia e tudo que foi construído na propriedade, de acordo com o estado de conservação", explicou. Segundo Araújo, a equipe leva em torno de dois a três dias para fazer o levantamento em cada fazenda.

Depois de medir e tirar fotos das benfeitorias, as informações e dados compõem um relatório. A previsão do engenheiro é que os trabalhos na região sejam concluídos até o dia 20 de outubro.

Como funciona?
O levantamento das benfeitorias é uma das etapas para calcular o valor de cada propriedade. A primeira fase do levantamento é feita por técnicos da Agência Estadual de Desenvolvimento Agrário (Agraer), que avaliam a topografia das fazendas e elaboram um mapa da propriedade com os marcos territoriais.

A segunda etapa é feita pelas equipes técnicas da Funai que avaliam as benfeitorias. Na última fase, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) calcula o valor da terra nua.

Leia Também

CORONAVÍRUS EM MS
Prosseguir: Governo volta a registrar municípios em grau de risco extremo
CNH EM 2021
Confira as 9 multas que não vão mais gerar pontos na CNH em 2021
EMPREGO E RENDA
Cerca de 5 mil indígenas de MS são contratados por empresas de SC e RS para a colheita da maçã
MIRANDA - MS - PROJETO SALOBRA
Mais uma parceria CRAS e Projeto Salobra, em Miranda
SEGURANÇA NO FIM DE ANO
Segurança no Estado durante as festas de fim de ano terá mais de 2 mil policiais nas ruas em MS
NOTA MS PREMIADA
SERÁ QUE FOI VOCÊ: Mais de R$ 640 mil ainda não foram resgatados do Nota MS Premiada
Política
Estado de MS destina novos equipamentos de borrifação aos municípios no combate ao Aedes Aegypti
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS entrega veículos para potencializar produção de erva-mate na faixa de fronteira
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Em nova parceria, Estado e bancada federal entregam unidades de resgate para 05 cidades de MS
ALERTA DE SEGURANÇA
Defesa Civil emite alerta de chuvas intensas e rajadas de ventos de até 100 km/h