Menu
SADER_FULL
terça, 11 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Dia de Finados

Servidores estaduais terão ponto facultativo na sexta-feira para 'homenagear falecidos'

O governo do Estado decretou ontem, (30) ponto facultativo nas repartições

31 Out 2013 - 07h33

O governo do Estado decretou ontem (30) ponto facultativo nas repartições públicas da administração estadual no dia 1º de novembro (sexta-feira), por conta do feriado nacional do Dia de Finados, celebrado no dia 2 de novembro. A medida foi tomada se considerando que muitos servidores precisam deslocar-se até outros municípios para efetuar preparativos e homenagear seus entes falecidos.

De acordo com o decreto “E” nº 28 assinado pelo governador André Puccinelli e que foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (30), fica declarado ponto facultativo nas repartições públicas estaduais da administração direta e indireta, o expediente do dia 1º de novembro de 2013. O ponto facultativo não se aplica às unidades e serviços considerados essenciais, que por sua natureza não possam ser paralisados ou interrompidos.

O decreto se encontra na pagina 1 do Diario Oficial do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HORÓSCOPO DO DIA
Horóscopo desta terça-feira 11 de agosto de 2020
ALERTA NA PANDEMIA
Médica explica por que o coronavírus é devastador em pacientes cardíacos
NOTA MS PREMIADA
SERÁ QUE FOI VOCÊ?, Ganhadores do Nota MS Premiada têm até dia 14 para fazer cadastramento
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Investimento em parques industriais acelera geração de empregos em MS
VÍTIMA DE COVID-19 EM MS
Vice-prefeita morre com coronavírus em MS
GLÓRIA A DEUS
Recém-nascido tratado no Hospital Regional vence a Covid-19
HORÓSCOPO DE HOJE
Horóscopo: Confira a previsão de hoje (08/08) para seu signo
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Servidor de MS tem descontos de 3% a 30% no comércio da Capital para presentear no Dia dos Pais
OPORTUNIDADE NO MS
JBS oferece 600 vagas de emprego em 6 cidades de MS
REINFECÇÃO EM ALERTA
Novo coronavírus tem segundas novas ondas de reinfecção e acendem sinal de alerta