Menu
SADER_FULL
quinta, 3 de dezembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CIA DO BICHO
naufrágio na Coreia do Sul

Quase 300 desaparecidos e 4 mortos após naufrágio na Coreia do Sul

16 Abr 2014 - 08h05Por Uol

Ao menos quatro pessoas morreram e mais de 290 estão desaparecidas após o navio em que estavam afundar nesta quarta-feira (16) na Coreia do Sul. Até agora, do total de 476 passageiros a bordo, 180 foram resgatados em uma megaoperação da Guarda Costeira envolvendo 34 barcos e 18 helicópteros. Segundo a agência de notícias AP, estão confirmados 55 feridos, e há o temor de que o número de vítimas fatais aumente porque muitas pessoas podem ter ficado presas às ferragens da embarcação.

A maioria dos passageiros fazia parte de um grupo de estudantes do ensino médio --325 adolescentes de Seul-- que estava em uma excursão escolar para a Ilha de Jeju, um destino turístico.

Com capacidade para 900 pessoas, a balsa Sewol ia de Incheon (a cerca de 1 hora da capital) para a Ilha de Jeju e afundou lentamente, oito horas após enviar um pedido de socorro, em um ponto a 470 km de Seul.

De acordo com o Ministério da Segurança e da Administração Pública, por volta de 2h da madrugada (horário de Brasília), cerca de 95% da embarcação já se encontrava submersa.

Segundo oficiais da Guarda Costeira, uma mulher de 27 anos, Park Ji-Yeong, possivelmente integrante da tripulação, foi retirada morta do navio. A segunda vítima confirmada é um estudante do sexo masculino. Não há informações mais detalhadas, até o momento, sobre as outras duas vítimas fatais.

Em 1993, 292 pessoas morreram em um acidente envolvendo uma balsa na Coreia do Sul.

Pancada

Ainda não se sabe a causa do acidente, mas alguns passageiros relataram ter ouvido um grande impacto antes de a balsa virar e afundar. "Nós ouvimos uma grande pancada e o barco parou", contou um passageiro ao canal local de TV YTN. "A balsa começou a virar e tivemos que nos segurar para conseguir ficar sentados", acrescentou.

Outro passageiro disse que a balsa sacudia enquanto tombava e que pessoas caíam umas por cima das outras.

A Guarda Costeira informou que as condições climáticas eram boas no local do naufrágio.

Alguns estudantes relataram ter visto seus colegas pulando na água para se salvar. Muitos deles acabaram resgatados por embarcações comerciais que passavam pelo local.

Uma estudante conversou com jornalistas sul-coreanos por telefone enquanto era resgatada. Ela contou que estava sentindo o barco virar e que tinha recebido a orientação para não se mexer porque poderia ser perigoso. "Não sei muito bem o que está acontecendo, mas fiquei sabendo que meus amigos não conseguiram escapar porque a passagem estava bloqueada pela água".

Dezenas de pais estão aglomerados em uma escola em Incheon, ávidos por notícias, informou a correspondente da BBC em Seul, Lucy Williamson. (Com agências internacionais)

Deixe seu Comentário

Leia Também

CNH EM 2021
Confira as 9 multas que não vão mais gerar pontos na CNH em 2021
EMPREGO E RENDA
Cerca de 5 mil indígenas de MS são contratados por empresas de SC e RS para a colheita da maçã
MIRANDA - MS - PROJETO SALOBRA
Mais uma parceria CRAS e Projeto Salobra, em Miranda
SEGURANÇA NO FIM DE ANO
Segurança no Estado durante as festas de fim de ano terá mais de 2 mil policiais nas ruas em MS
NOTA MS PREMIADA
SERÁ QUE FOI VOCÊ: Mais de R$ 640 mil ainda não foram resgatados do Nota MS Premiada
Política
Estado de MS destina novos equipamentos de borrifação aos municípios no combate ao Aedes Aegypti
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS entrega veículos para potencializar produção de erva-mate na faixa de fronteira
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Em nova parceria, Estado e bancada federal entregam unidades de resgate para 05 cidades de MS
ALERTA DE SEGURANÇA
Defesa Civil emite alerta de chuvas intensas e rajadas de ventos de até 100 km/h
NAVIRAÍ E TODO MS DE LUTO
Morre deputado estadual Onevan de Matos