Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 28 de novembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Manifestação pela saúde

Protesto de indígenas mantém MS-156 fechada nesta terça entre Itaporã e Dourados

A rodovia foi fechada novamente às 7h por profissionais de saúde da Sesai e moradores da reserva

18 Fev 2014 - 08h35Por Dourados News

O bloqueio da MS-156, rodovia que liga Itaporã e Dourados, segue durante toda esta terça-feira segundo confirmado pelo vice-capitão da aldeia Jaguapiru, Laucídio Ribeiro Flores, ao Dourados News. A rodovia foi fechada novamente às 7h por profissionais de saúde da Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena) e por moradores da reserva de Dourados.

O grupo protesta contra as condições na qual hoje funcionam os quatro postos de saúde que atendem à população de 13 mil indígenas dentro da reserva (Jaguapiru I e II e Bororó I e II), que não teriam remédios, e insumos básicos para atendimento. Além disso, há também, segundo relato dos profissionais de saúde, atraso nos salários dos servidores.

O protesto segue por tempo indeterminado, e para quem precisa ir e vir no trecho entre Itaporã e Dourados a melhor opção são as rotas alternativas ao entorno da MS-156.

Os manifestantes dizem que somente encerram a mobilização depois que a Funasa (Fundação Nacional de Saúde) formar uma comissão para que os indígenas possam ir até Brasília cobrar providências na Sesai com relação à infraestrutura de saúde, e para que possam cobrar também a efetivação de Luiz Antônio de Oliveira Junior como coordenador distrital da secretaria no Estado.

De acordo com o grupo, o coordenador, que assumiu interinamente o cargo após indicação do Conselho de Saúde Indígena no fim do ano passado - substituindo o questionado então coordenador, Nelson Carmelo - não foi ainda reconhecido como tal em Brasília.

Ontem, o protesto dos indígenas gerou certo transtorno a motoristas que foram pegos de surpresa e acabaram ‘presos’ em um congestionamento, sendo obrigados a optarem por rotas alternativas para chegarem a seus destinos. O Dourados News tentou contato com a assessoria da Sesai em Brasília, mas, até o momento, não houve um posicionamento oficial por parte da secretaria, que integra a pasta do Ministério da Saúde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MIRANDA - MS - PROJETO SALOBRA
Mais uma parceria CRAS e Projeto Salobra, em Miranda
SEGURANÇA NO FIM DE ANO
Segurança no Estado durante as festas de fim de ano terá mais de 2 mil policiais nas ruas em MS
NOTA MS PREMIADA
SERÁ QUE FOI VOCÊ: Mais de R$ 640 mil ainda não foram resgatados do Nota MS Premiada
Política
Estado de MS destina novos equipamentos de borrifação aos municípios no combate ao Aedes Aegypti
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS entrega veículos para potencializar produção de erva-mate na faixa de fronteira
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Em nova parceria, Estado e bancada federal entregam unidades de resgate para 05 cidades de MS
ALERTA DE SEGURANÇA
Defesa Civil emite alerta de chuvas intensas e rajadas de ventos de até 100 km/h
NAVIRAÍ E TODO MS DE LUTO
Morre deputado estadual Onevan de Matos
Confira quantos eleitores vão às urnas neste domingo em Culturama e Fátima do Sul FÁTIMA DO SUL E CULTURAMA
Confira quantos eleitores vão às urnas neste domingo em Culturama e Fátima do Sul
FALTA DE ENERGIA
Está sem luz? Energisa diz que temporal com '6 mil raios' é responsável por queda de energia