Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 5 de agosto de 2021
Busca
Jardim

Professora é investigada por maus tratos em Escola Municipal de Jardim

17 Set 2014 - 16h45Por Folha de Jardim

Conforme Boletim de Ocorrência, registrado na Polícia Civil, uma professora de Escola Municipal de Jardim, será investigada por maus tratos contra criança de 5 anos.

O fato foi registrado, em decorrência da mãe da criança, ter recebido uma denúncia de uma testemunha presencial, ter relatado que a criança fora arrastada pelo braço e jogada contra a parede da sala de coordenação. Era possível ouvir o choro da criança no entorno da Escola, num raio de mais ou menos 150 metros.

A mãe relata que dias atrás a criança apareceu em casa com hematomas e escoriações; e que ao perguntar na escola, fora informada de que a criança havia brigado com outro colega. A criança passará por “exame de corpo de delito”.

Disse ainda que na segunda semana de aula neste ano, a mesma professora já havia agredido seu filho; e que a reclamação fora feita diretamente à Direção, e que haviam solucionado.

Mas, observou que nos últimos meses, o comportamento do filho passou a ser mais agressivo e, que o mesmo demonstrava medo à professora. Frente ao comportamento da criança, a mãe foi solicitada na escola para uma reunião; e diante disso, decidiu-se pelo “acompanhamento psicológico”.

Entretanto, após as últimas agressões a criança passou por mais uma sessão psicológica; e neste laudo transluz que a criança verbalizou através de entrevistas psicológicas, que fora empurrado por sua professora contra a porta da sala da coordenação; que a mesma professora, segundo o aluno, disse a ele que tem vontade de despedaçá-lo ao meio e, que o deixou sozinho sem nenhum tipo de auxílio; a criança está consciente de tudo que ocorreu com ele; relata ainda que não quer voltar a estudar com ela, que sente medo e, que ela é má.

Contudo, o laudo psicológico realizado nesta semana, conclui que o aluno “foi agredido fisicamente pela professora” e, não teve acesso e apoio educacional, nem psicológico correto no dia do ocorrido.

Todos estes fatos também foram denunciados juntamente ao Conselho Tutelar; que diz já ter representado o caso juntamente ao Ministério Público.

Acredita-se que o distúrbio de comportamento do aluno, se deu diante da forma de conduta de sua professora.

A Secretaria Municipal de Educação diz que só se manisfestará pelo afastamento ou não da professora, após o desfecho final do processo iniciado na Polícia Civil e Conselho Tutelar.

O caso ainda será levado ao Conselho Municipal de Educação deste município, para que tomem providências frente ao caso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATO OU FAKE - FRIO
Nova onda de frio?, fato ou fake, confira a previsão
FÁTIMA DO SUL - ORLA TCHAU FRIO!!!
TCHAU FRIO: Nova onda de calor deve chegar na próxima semana, confira a previsão
Bombeiros controlam incêndio no carro do motorista de aplicativo  Foto: José Aparecido/TV Morena POR POUCO
Motorista de aplicativo sequestrado é tirado de porta-malas antes de carro ser tomado por chamas
FÁTIMA DO SUL - CIA DO BICHO
Entenda o que é cinomose e como proteger seu melhor amigo, a Cia do Bicho te dá às dicas
DEPUTADA MARA CASEIRO AÇÕES DEPUTADA MARA CASEIRO
Construção de novas instalações para o quartel da Polícia Militar de Chapadão do Sul é reivindicado
MARA CASEIRO AÇÕES DEPUTADA MARA CASEIRO
Agosto Lilás: Deputada Mara aborda representatividade feminina na política
DEPUTADO COM COVID
Diagnosticado com Covid-19, Barbosinha passa bem e cumpre quarentena em casa
ÓTICA DOURADOS - DIA DOS PAIS
Dia dos Pais chegando, a Ótica Dourados traz as melhores tecnologias do mercado em armações e lentes
CONCURSO PÚBLICO
Governo de MS abre novo concurso para professores
CORONAVÍRUS EM MS
Prosseguir: coletiva de imprensa híbrida será realizada nesta terça-feira, às 10h15