Menu
SADER_FULL
sábado, 28 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
PREFEITOS DE MS

Prefeituras começam apertar o cerco na fiscalização do ITR em MS

prefeitos e técnicos da Receita Federal discutem as regras para fiscalização do imposto

20 Set 2013 - 08h15Por Conjuntura Online
As prefeituras de Mato Grosso do Sul vão começar a apertar o cerco na fiscalização do ITR (Imposto Territorial Rural), tributo que fica 100% nos cofres públicos municipais e considerado uma das saídas para o pagamento do décimo terceiro dos servidores no fim do ano, a exemplo do repasse de 1% extra do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), efetuado em dezembro. 
 
Em encontro na Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), às 14 horas desta sexta-feira, prefeitos e técnicos da Receita Federal discutem as regras para fiscalização do imposto 
 
Mergulhada em crise, a maioria das prefeituras está em dificuldades financeira por causa da queda do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) em decorrência da concessão de incentivos fiscais à indústria automotiva e a outros setores da economia. 
 
A isenção do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), que compõe o FPM juntamente com o Imposto de Renda, acaba afetando em cheio as prefeituras. 
 
Na reunião desta sexta-feira, os  técnicos da Assomasul e da Receita Federal  vão orientar os prefeitos sobre as normas para fiscalização do ITR, incumbência esta de responsabilidade das prefeituras. 
 
O encontro foi definido durante reunião recente ocorrida entre os técnicos da Assomasul e o delegado da Receita Federal, Flávio Cunha.  
 
A fiscalização do ITR foi definida a partir de um convênio assinado entre as prefeituras e a Receita Federal, mas somente agora começa a ser colocada em prática. 
 
O objetivo dos debates é orientar, conscientizar os gestores públicos sobre a normatização do ITR, seguindo os parâmetros estabelecidos pela Refeita Federal. 
 
Em agosto deste ano, representantes do Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), da Receita Federal e da Assomasul se reuniram na capital, onde se comprometeram criar ações de esclarecimentos aos prefeitos sobre ITR.
 
De acordo com o presidente da Assomasul, Douglas Figueiredo (PSDB), ainda há muitos equívocos a respeito da municipalização, ou a adesão ao convênio com a União, por intermédio da Secretaria da Receita Federal, e consequentemente, sobre a avaliação do valor da terra nua das propriedades rurais.
 
O principal desafio dos prefeitos de Mato Grosso do Sul é otimizar a gestão pública na busca de ultrapassar as dificuldades em relação às atribuições da prefeitura relativas ao ITR. 
 
O prazo final para o ITR é 30 de setembro. Para fazer a declaração o interessado deve acessar o site da receita federal e utilizar o Programa Gerador e logo em seguida o Programa Receita Net, através do link: http://www.receita.fazenda.gov.br.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MIRANDA - MS - PROJETO SALOBRA
Mais uma parceria CRAS e Projeto Salobra, em Miranda
SEGURANÇA NO FIM DE ANO
Segurança no Estado durante as festas de fim de ano terá mais de 2 mil policiais nas ruas em MS
NOTA MS PREMIADA
SERÁ QUE FOI VOCÊ: Mais de R$ 640 mil ainda não foram resgatados do Nota MS Premiada
Política
Estado de MS destina novos equipamentos de borrifação aos municípios no combate ao Aedes Aegypti
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS entrega veículos para potencializar produção de erva-mate na faixa de fronteira
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Em nova parceria, Estado e bancada federal entregam unidades de resgate para 05 cidades de MS
ALERTA DE SEGURANÇA
Defesa Civil emite alerta de chuvas intensas e rajadas de ventos de até 100 km/h
NAVIRAÍ E TODO MS DE LUTO
Morre deputado estadual Onevan de Matos
Confira quantos eleitores vão às urnas neste domingo em Culturama e Fátima do Sul FÁTIMA DO SUL E CULTURAMA
Confira quantos eleitores vão às urnas neste domingo em Culturama e Fátima do Sul
FALTA DE ENERGIA
Está sem luz? Energisa diz que temporal com '6 mil raios' é responsável por queda de energia