Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 8 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
“Operação República”

PMA autua cinco e aplica R$ 29,8 mil em multas durante a Operação República

18 Nov 2013 - 14h43Por Notícias MS

A Polícia Militar Ambiental realizou, desde o dia 14, até hoje (18), às 8 horas, a “Operação República”, contando com 300 homens. O foco principal da operação foi prevenir a pesca predatória, porém, foram efetuados trabalhos de prevenção e repressão a todos os crimes contra a flora e a fauna, em especial, o tráfico de animais silvestres, em virtude do período crítico relativo ao tráfico de papagaios, que se estende até o fim do período reprodutivo da espécie, no fim de dezembro. Equipes da sede (Campo Grande) trabalharam itinerantes.

Nesta e nas duas operações anteriores (2011 e 2012), os números de autuações foram reduzidos com relação às demais, que em 2008, chegaram a 26 autuados, sendo em 2013, cinco autuados.

Com relação à pesca predatória, houve uma autuação e prisão. Na operação passada, das dez autuações, também somente uma foi pelo crime de pesca predatória.

Os petrechos de pesca proibidos apreendidos foram semelhantes à operação passada, sendo menor quantidade com relação a operações anteriores. Os materiais foram retirados armados nos rios, sem que fossem identificados os autores.

O valor em multa foi semelhante à operação anterior (R$ 29,8 mil), porém, as autuações por crime contra a flora, especialmente, que preveem multas mais elevadas, contribuíram com este aumento. As autuações foram: três por crimes contra a flora de exploração de madeira, uma por maus-tratos e uma por pesca predatória.

Os números indicam que, a cada ano as pessoas vêm respeitando o período proibido à pesca. Porém, a PMA fortalece a fiscalização e a manutenção do efetivo ostensivamente em rios e em propriedades rurais para prevenir os crimes ambientais. A fiscalização tem se mostrado como critério mais adequado, por isso, foram 300 policiais a campo durante todo o feriado. Outra estratégia importante tem sido o monitoramento e vigilância dos cardumes, especialmente, com policiais 24 horas em postos fixos em cachoeiras e corredeiras.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE NO MS
JBS oferece 600 vagas de emprego em 6 cidades de MS
REINFECÇÃO EM ALERTA
Novo coronavírus tem segundas novas ondas de reinfecção e acendem sinal de alerta
FÁTIMA DO SUL - EMENDAS DA SENADORA
Entre construção do Corpo de Bombeiros e saúde, Simone já destinou R$ 1,8 milhão para Fátima do Sul
JATEÍ - TRABALHOS RETOMADOS
Reeducandas retomam trabalho de limpeza urbana com adoção de medidas preventivas em Jateí
RETORNO ÀS AULAS EM MS
MS discute estratégias de retorno às aulas presenciais de forma segura
PONTE DE MADEIRA
Fogo 'engole' ponte e Agesul trabalha para liberar tráfego na MS-228
JATEÍ - PESQUISA REGISTRADA
Eraldo tem 71,2%, indica instituto London Pesquisas, veja os números em Jateí
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Polícias e Bombeiros do MS recebem R$ 50 milhões em investimentos do Governo do Estado
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS reforça estrutura das polícias para combater criminalidade
CORONAVÍRUS NO MS
Mato Grosso do Sul é o 3º Estado que mais testa para a Covid-19 no Brasil