Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 9 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
SANTOS

Oswaldo de Oliveira supera Ney Franco, acerta salário e fica perto do Santos

3 Dez 2013 - 06h38Por Uol

O técnico do Botafogo-RJ, Oswaldo de Oliveira, está próximo de comandar o Santos na próxima temporada. O UOL Esporte apurou que o treinador superou Ney Franco, virou o preferido do Comitê Gestor do clube e, inclusive, já aceitou a proposta salarial oferecida pelo alvinegro praiano. Oswaldinho, como ficou conhecido no futebol, receberá R$ 400 mil mensais caso assine contrato após o término do Campeonato Brasileiro.

O anúncio oficial ainda foi realizado por dois motivos – faltam algumas tratativas finais de contrato e pelo fato do Botafogo ainda brigar pela Libertadores 2014 na reta final do Brasileiro. Os dirigentes santistas tentam manter o acordo em sigilo e até temem que o treinador desista do negócio caso a informação ganhe repercussão no Rio de Janeiro, pois foi o pedido de sigilo foi feito pelo próprio Oswaldo de Oliveira.

O treinador do Botafogo foi o escolhido em votação no Comitê e ganhou força devido aos empecilhos para a vinda de Ney Franco, que tem contrato com o Vitória, do Bahia, até o fim de 2014. Experiente e com perfil de montar times mais ofensivos e também fortes na marcação, o Oswaldo agrada bastante a cúpula. Além disso, o técnico tem fama de ser querido pelos atletas.

A cúpula santista só trabalhava com três nomes. Além de Oswaldo e Ney, o técnico Enderson Moreira também foi consultado. O treinador do Goiás, inclusive, foi o segundo mais votado na última reunião do Comitê Gestor para a definição do novo comandante santista para 2014.

A boa campanha do Goiás no Campeonato Brasileiro e até os títulos conquistados trabalhando em categorias de base levaram Enderson Moreira a ser cogitado na Vila Belmiro. Na visão dos dirigentes do Santos, apesar de estar iniciando à carreira assim como Claudinei Oliveira, o treinador do Goiás possui dois pontos a favor: prioriza os jovens talentos e arma esquemas táticos mais ofensivos.

Ney Franco, por sua vez, perdeu espaço por muitos motivos. Além da multa rescisória avaliada em 100 mil euros (aproximadamente R$ 300 mil), o treinador do Vitória quer trazer seus preparadores físicos de confiança. Mas o Santos está muito satisfeito com o trabalho de Ricardo Rosa, chefe do departamento físico do clube.

No entanto, o principal entrave foi Éder Bastos, auxiliar polêmico de Ney Franco. O profissional ganhou a fama de mandar até mais que o técnico.

Isso porque Ney Franco possui um método europeu de trabalhar. Ele vai pouco ao campo e só prioriza os treinos táticos. Sendo assim, o seu auxiliar comanda os trabalhos técnicos e recreativos e, por isso, acaba obtendo mais contato com o elenco.

Segundo alguns jogadores que trabalharam com a dupla, Éder Bastos influencia o treinador a escalar atletas de quem ele gosta. O volante Cícero, artilheiro do Santos na temporada 2013, com 21 gols, enfrentou problemas internos com o auxiliar de Ney Franco, quando os três defendiam o São Paulo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VÍTIMA DE COVID-19 EM MS
Vice-prefeita morre com coronavírus em MS
GLÓRIA A DEUS
Recém-nascido tratado no Hospital Regional vence a Covid-19
HORÓSCOPO DE HOJE
Horóscopo: Confira a previsão de hoje (08/08) para seu signo
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Servidor de MS tem descontos de 3% a 30% no comércio da Capital para presentear no Dia dos Pais
OPORTUNIDADE NO MS
JBS oferece 600 vagas de emprego em 6 cidades de MS
REINFECÇÃO EM ALERTA
Novo coronavírus tem segundas novas ondas de reinfecção e acendem sinal de alerta
FÁTIMA DO SUL - EMENDAS DA SENADORA
Entre construção do Corpo de Bombeiros e saúde, Simone já destinou R$ 1,8 milhão para Fátima do Sul
JATEÍ - TRABALHOS RETOMADOS
Reeducandas retomam trabalho de limpeza urbana com adoção de medidas preventivas em Jateí
RETORNO ÀS AULAS EM MS
MS discute estratégias de retorno às aulas presenciais de forma segura
PONTE DE MADEIRA
Fogo 'engole' ponte e Agesul trabalha para liberar tráfego na MS-228