Menu
SADER_FULL
quinta, 25 de fevereiro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
dourados

Na penitenciária de Dourados, reeducandos produzem 4 mil pães por dia

4 Dez 2013 - 15h45Por Notícias MS

Inaugurada há cerca de três meses, a padaria da Penitenciária Harry Amorim Costa, em Dourados, já está produzindo uma média de 4 mil pães por dia. Além do estabelecimento penal, a produção abastece o semiaberto masculino e unidades educacionais de internação (Uneis) da cidade.

      Parte dos equipamentos do local foi adquirida por meio do projeto “Padaria Escola”, desenvolvido pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), em convênio com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen). O restante foi comprado com recursos próprios do presídio.

      A padaria funciona diariamente durante 16 horas, com dez reeducandos trabalhando, divididos em dois grupos que se revezam. A produção é variada, são feitos pães franceses, doces, de hambúrguer, de forma etc. O espaço serve também como oficina de capacitação para os internos, já que constantemente cursos de qualificação na área são oferecidos.

 



     Paulo Henrique de Souza, 48 anos, é um dos custodiados que trabalham como padeiro. Ele conta que a profissão de padeiro está trazendo novas perspectivas para a sua vida. “Eu fiz um curso de padeiro e aprendi esse trabalho que eu estou gostando muito. Sempre trabalhei como capataz de fazenda, mas agora poderei trabalhar com isso, é mais uma opção para mim”, diz, revelando que na penitenciária também conseguiu retomar os estudos e hoje cursa a 4ª série.

     Fábio França, 25 anos, é outro integrante da equipe. Para o detento, que já trabalhou como padeiro quando estava em liberdade, a oportunidade de atuar na padaria da unidade prisional é muito importante, pois ajuda a ter uma ocupação produtiva. “E eu estou aperfeiçoando meu conhecimento para, quando sair, poder voltar a trabalhar na área”, comenta.
 


     De acordo com o diretor da penitenciária, Joel Rodrigues, atualmente 279 internos trabalham no estabelecimento penal. Além da padaria, existem oficinas de costura, reforma de móveis, manufatura de crinas, barbearia, estofamento, entre outros serviços. Cada três dias de serviços prestados pelos reeducandos garantem a eles desconto de um dia no total da pena imposta. No caso do trabalho em oficinas instaladas por meio de parcerias com empresas, também é oferecida remuneração.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MAIS VACINAS CHEGANDO
MS recebe com quinta remessa de vacinas contra a Covid-19 e intensifica campanha de imunização
EMEI Lafayete Câmara de Oliveira, em Campo Grande (MS)  Foto: Google Street View CORONAVÍRUS NO MS
Em MS, Escola tem 7 funcionários que testam positivo para Covid-19 e local é desinfetado
GRUPO BOTICÁRIO
O Boticário terá 100% de seus itens de perfumaria produzidos com EcoÁlcool
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Em entrega de motoniveladoras, governador anuncia mais de mil equipamentos para agricultura familiar
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Reinaldo Azambuja troca secretários para dar mais dinamismo à administração
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS entrega 28 motoniveladoras e 127 viaturas nesta segunda-feira
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Com mais de 200 Km da rodovia, operação tapa-buraco na MS-040 deve terminar na próxima semana
PESCA ESPORTIVA
Influenciadoras se unem e promovem pesca noturna feminina no Rio Aquidauana
Sucuri é flagrada boiando após engolir presa em rio de MS.  Foto: Elvio Mariano/Imagem AGORA DEU MEDO
AGORA DEU MEDO: Sucuri de 6 metros é flagrada boiando em rio após engolir presa em MS
CNH VENCIDA
Mais de 3 mil CNH's vencidas em fevereiro de 2020 devem ser renovadas até o fim do mês