Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 25 de julho de 2021
Busca
previsão para MS

Mato Grosso do Sul terá setembro chuvoso e quente

29 Ago 2014 - 07h43Por Jornal do Tempo

Faltam apenas 3 dias para a entrada do primeiro mês com chuva no Brasil. Depois do mês mais seco do ano, setembro é considerado um período de transição entre a secura do inverno e o excesso de umidade do verão.

A quantidade de chuva aumenta em relação ao mês anterior em todo o país. De acordo com a Somar Meteorologia, a precipitação vai voltar a atingir o Sudeste e Centro-Oeste, especialmente na segunda quinzena do mês.

Vale salientar que a chuva não será volumosa o suficiente para alcançar a média climatológica no Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal e oeste de Minas Gerais. Por outro lado, a chuva será intensa e vai ultrapassar a climatologia no sul de Mato Grosso do Sul, de Minas Gerais e do Espírito Santo, no Rio de Janeiro e no centro e sul de São Paulo.

Vem chuva forte para o Sul do país. Os três Estados da região vão ficar debaixo de água já no início do mês. “Setembro normalmente é chuvoso no Sul, mas este ano, a precipitação será ainda mais intensa, especialmente em Santa Catarina e Paraná. Estados onde as frentes frias ficarão ativas por mais tempo” - comenta o meteorologista da Somar, Celso Oliveira. O contraponto será o sul do Estado gaúcho, que deverá ter chuva forte, porém dentro da média. O volume de chuva pode chegar aos 200mm em algumas áreas do oeste catarinense.

Em setembro, geralmente a chuva também aumenta no Norte do Brasil, neste ano apesar de eventuais chuvas intensas, elas ficarão abaixo do normal. A expectativa é de acumulado na casa dos 100mm no sudoeste do Pará, Amazonas, Rondônia, Acre e Roraima.

O contraponto do aumento da chuva é o Nordeste. Ao invés de aumentar, a chuva perde força em toda a região. Este ano, o Nordeste terá precipitação abaixo da média, com volume em torno dos 50mm entre o sul da Bahia e o Rio Grande do Norte. “A chuva costuma ser ainda mais fraca no interior nordestino e na costa norte da Região” - salienta Oliveira.

A expectativa é de temperatura acima da média nos três Estados do Sul do país e também em grande parte do Sudeste (São Paulo, Rio de Janeiro e no centro e sul de Minas Gerais). O calor acima do normal também vai ser visto no Mato Grosso do Sul, centro e oeste de Mato Grosso, sul de Goiás, Maranhão, Pará, Amapá, Acre e Rondônia. O maior desvio é visto no Pará e Amapá (mais de 2°C acima do normal).

“Percebe-se que o Nordeste será a região com menores desvios em relação à média climatológica. Ou seja, não fará mais calor que o normal” - afirma o meteorologista.

Vale lembrar que temperatura acima da média não quer dizer que não teremos frio. Para se ter uma ideia, já nesta primeira quinzena de setembro, a temperatura vai cair sobre o Sul, Sudeste e o Mato Grosso do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Casal utiliza escada da Lagoa Misteriosa durante mergulho  Foto: Redes Sociais IMAGENS INCRÍVEIS
'Escada mais famosa' de MS vira cenário para turistas durante mergulho e viraliza, ASSISTA
Foto: Mycchel Legnaghi - São Joaquim online PREVISÃO DO TEMPO
Maior frio do ano? Temperaturas negativas, geada e até neve!
AGEPAN AGEPAN - FISCALIZAÇÃO
Agepan retoma fiscalização programada e verifica serviço de saneamento em 3 municípios
FRIO INTENSO
Frio chega com força e pode ser o mais intenso do século no Brasil
Primeira onda de frio intenso chegou ao MS no final de junho (Foto: Arquivo/Marcos Maluf) - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS OLHA QUEM TÁ VOLTANDO
Frio volta na próxima semana e mínimas podem chegar aos 3ºC
SEGURANÇA E TECNOLOGIA
Princípios básicos da segurança cibernética em empresas
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Investimentos do Governo na área habitacional melhoram a qualidade de vida de famílias de Bela Vista
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Estrada Viva: Seinfra, UEMS e Ong's se unem para mitigação de morte de animais nas rodovias de MS
LOCKDOWN EM CIDADE DE MS
Cidade de MS decreta 'lockdown' de 4 dias e manda população estocar alimentos
by baymetrics.analytics SEGURANÇAS CIBERNÉTICA
Princípios básicos da segurança cibernética em empresas