Menu
SADER_FULL
quinta, 6 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
opnião

Leia o artigo “Sobre chegadas e partidas”, por Mano Zé

25 Nov 2013 - 15h14Por Da Redação

Sobre chegadas e partidas. - mano Zé

Pastor Metodista anuncia a separação da "outra" com quem manteve uma década de relacionamento. Admite deixá-la, mas não confessa arrependimento pelo que viveu com ela.

"E o martelo episcopal bateu, ao seu som, em meu coração Deus deu a confirmação, após meses de oração."

Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim. - Isaías 6.8

Sim, confesso que vivi com duas. Sim, sou culpado. Mas não me arrependo. E não descarto a possibilidade de retomarmos nosso relacionamento no futuro. O que vivemos foi e sempre será muito forte, e acima de tudo, inesquecível. Chame-me de descarado se quiser, todavia, somente lhe peço que leia minha declaração de amor eterno acompanhada de minhas palavras de despedidas.

“Todo mundo ama um dia. Todo mundo chora. Um dia a gente chega. E no outro vai embora. Cada um de nós compõe a sua história.”

A bela citação acima faz parte de uma das mais lindas canções dentre as que gosto. Uma poesia recheada de fé e filosofia chamada: "Tocando em frente", maravilhosamente cantada pelo cantor sul-mato-grossense, Almir Sater, e também por Renato Teixeira. Gosto muito dela, e em sua toada vejo quem sou e vou pela graça do Alto, seguindo, me construindo e ajudando na caminhada e construção de outros e outras. Sou filho dessa terra, desse chão, sou sul-mato-grossense ou mato-grossense-do-sul, sou semente douradense, nascida para o mundo, o universo, o céu, a eternidade. Todavia, na transitoriedade da vida e sua alteridade sigo e prossigo como ser humano caminhante, pensante, amante em construção constante. Enquanto caminho, a luz da Palavra de Deus e vocação eu sou alguém chamado a ser protagonista principal de minha história.

Tocando o texto à frente e mencionando novamente a supracitada canção, na alteridade da vida, eu penso que: compomos não só a nossa história, mas também ajudamos a compor a história de pessoas, famílias, bairros, cidades, estados e países. Sim, o segredo da vida é compor e se recompor. O segredo da vida e compreender, receber, depender e seguir a marcha da Graça de Deus e orientado por Ele e ir tocando em frente. E nesse tocar em frente da vida cotidiana estamos sempre chegando e saindo de algum lugar. A vida é feita de chegadas e partidas, isso é fato, mas tão importante quanto o ato de chegar e partir é tudo o que ocorre entre um ato e outro. As pessoas poderão esquecer a sua face, seu semblante, seu discurso, mas não se esquecerão de seus atos, tenham sido eles bons ou ruins. Quando partimos só permanece o que fizemos, mas é igualmente verdadeiro, que no que fizemos, permanecemos com quem para trás deixamos.         

No dia 02 de fevereiro de 2003 o chão de Fátima do Sul eu pisei, aqui com minha esposa e filhos pequenos me fixei, cidadãos fatimassulenses nos tornamos, uma missão integral aqui encarnamos. Por dez anos pelas ruas de Fátima do Sul caminhei, pedalei, pilotei... Por dez anos, fiz amigos, amei, sorri e chorei, feri e fui ferido, pedi perdão e perdoei.  Inimigos?  Não me recordo de tê-los feitos, mas quem sabe, alguém se fez inimigo meu. O que tenho como certo é que, fiz discípulos e discípulas.

Essa vida que a qual é feita de chegadas, partidas e intervalos de interações, é repleta de desafios. Há dez anos quando residia em Dourados fui desafiado a vir para Fátima do Sul. Ajudei a compor a história dessa cidade, na qual permaneço até o mês de janeiro do seguinte ano, depois disso vamos tocando em frente. Sim, vamos tocando em frente, pois, com saborosa sensação de dever cumprido, e com muita paz no coração, Deus colocou frente a mim um novo desafio. E assim como me disse quando eu deixei minha casa, emprego e familiares em Dourados, Ele me diz hoje: "Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça. Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares. Isaías 41:10 e Josué 1:9 - Foi com base nas supracitadas promessas que cheguei a Fátima do Sul. É com base nelas que seguirei tocando em frente, partindo de Fátima do Sul.              

Por dez anos tive um relacionamento de profundo amor e cumplicidade com duas "Fátimas". Tenho filhos com as duas. Com uma, filho e filha genéticos. Com a outra, filhas e filhos espirituais, discípulos e discípulas no e do Senhor, gerados em Cristo com muito amor. Sim, vivi com duas Fátimas, todavia, sabia que um dia teria que deixar uma para trás. Estou fazendo isso, desde já, embora a separação de fato só ocorra em janeiro. E digo novamente que não me arrependo de ter amado e ainda amar a “outra” Fátima, e sigo com ela até o final de o primeiro mês de 2014. Um grande caso de amor não se acaba assim, leva tempo, tudo o que é profundo gera laços que sempre arrastará os envolvidos sempre na direção um do outro. Todavia é preciso iniciar a separação, pois no 41º Concilio Regional ocorrido de 20 a 24 de Novembro, após meses de orações, o martelo episcopal bateu, ao seu som, em meu coração Deus deu a confirmação.                                                                                                                                                                                                           Um dia cheguei, o dia de partir está marcado. Diante do novo desafio que surge em minha vida, das duas "Fátimas" que Deus colocou em meu caminho, a partir de janeiro, sigo somente com uma. Sigo com aquela a quem jurei amor eterno e há 22 anos em matrimônio nos enlaçamos. Sigo com Fátima Santana e meu filho Matheus Emmanuel, em família nós estamos deixando Fátima do Sul, mas continuaremos em nosso amado Mato Grosso do Sul. Deixaremos a cidade, mas as pessoas nós levaremos em nossos corações e histórias, pois no intervalo entre o chegar e partir irmanados em eterna comunhão mutuamente em dez anos que aqui residimos fomos compondo nossas histórias sob a inspiração da graça.           

Eu e minha família nos submetemos à decisão episcopal, pois cremos no carisma nele existente, e estamos convictos de ser parte dos planos de Deus para nossas vidas, juntos vamos tocando em frente. Geograficamente deixaremos Fátima do Sul, acolhedora e amável cidade pequena. E sob a Graça de Cristo Jesus, o Supremo Bispo de nossas almas, com amor, temor, fervor e cuidado, exercerei o encarnado pastorado na minha nova paixão, a gigante Cidade Morena. Deixo Fátima do Sul, cidade favo de mel, onde busquei pastoralmente construir um pedacinho do céu. Como clérigo da Igreja Metodista, uma denominação itinerante; sigo para Campo Grande. A minha nova comunidade de fé, e cidade como paróquia; estou de coração aberto, a partir de 2014 caminharemos juntos, povo Metodista em Marcos Roberto.

Que Deus nos abençoe na toada da vida. Que sob a inspiração da Graça, tanto eu que partirei, bem como Fátima do Sul que fica, com laços de amor eterno, prossigamos tocando em frente.

Rev. José do Carmo da Silva - Mano Zé do Egito

Deixe seu Comentário

Leia Também

REINFECÇÃO EM ALERTA
Novo coronavírus tem segundas novas ondas de reinfecção e acendem sinal de alerta
FÁTIMA DO SUL - EMENDAS DA SENADORA
Entre construção do Corpo de Bombeiros e saúde, Simone já destinou R$ 1,8 milhão para Fátima do Sul
JATEÍ - TRABALHOS RETOMADOS
Reeducandas retomam trabalho de limpeza urbana com adoção de medidas preventivas em Jateí
RETORNO ÀS AULAS EM MS
MS discute estratégias de retorno às aulas presenciais de forma segura
PONTE DE MADEIRA
Fogo 'engole' ponte e Agesul trabalha para liberar tráfego na MS-228
JATEÍ - PESQUISA REGISTRADA
Eraldo tem 71,2%, indica instituto London Pesquisas, veja os números em Jateí
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Polícias e Bombeiros do MS recebem R$ 50 milhões em investimentos do Governo do Estado
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS reforça estrutura das polícias para combater criminalidade
CORONAVÍRUS NO MS
Mato Grosso do Sul é o 3º Estado que mais testa para a Covid-19 no Brasil
CORONAVÍRUS NO MS
Governador Reinaldo recomenda lockdown, mas diz respeitar autonomia das prefeituras