Menu
SADER_FULL
quinta, 6 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
GUERRA NO CAMPO

Justiça Federal libera Leilão da Resistência dos fazendeiros que vão investir em segurança

Acrissul pretende comercializar, hoje, mais de 800 cabeças de gado para financiar a contratação

7 Dez 2013 - 07h00Por Campo Grande News

A 4ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande reconsiderou liminar, e liberou a realização do Leilão da Resistência, evento organizado por produtores rurais para este sábado (7). A decisão foi proferida por volta das 21h30 desta sexta-feira.

“A decisão é da 1ª Instância de Campo Grande, da 4ª Vara, e reconsiderou pelo consenso, pela prudência, permitindo a realização do leilão, e vedando a destinação do valor arrecadado para qualquer ato ilícito, o que já não ocorreria”, informou a advogada Luana Ruiz, que representa produtores rurais e a Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul).

A advogada informou ainda que mais detalhes serão dados amanhã, pela própria Acrissul. A decisão foi do juiz Pedro Pereira dos Santos.

O leilão havia sido suspenso na quarta-feira (4), por decisão da juíza da 2ª Vara Federal, Janete Lima Miguel, concedendo liminar.

Com a nova decisão, o leilão ocorrerá normalmente neste sábado (7), e a expectativa é arrecadar R$ 1 milhão.

“O leilão ocorre normalmente amanhã, e é muito importante esta decisão, sensata, só estamos brigando pela legalidade”, comentou Francisco Maia, presidente da Acrissul.

Leilão - O evento acontece às 14 horas no Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande.

Cerca de 800 animais serão levados a remate, todos produtos de doação. O resultado do leilão será investido em ações do movimento ruralista que luta pelo direito de propriedade e contra as invasões de terras por indígenas em Mato Grosso do Sul. Já são 80 invasões até agora.

Diversos deputados federais e senadores da Frente Parlamentar Agropecuária já encontram-se em Campo Grande para participar do ato público que tem caráter nacional, entre eles Ronaldo Caiado (GO), Luiz Henrique Mandetta e Reinaldo Azambuja (MS) e Paulo Cesar Quartiero (RR). A senadora Kátia Abreu, presidente da CNA, confirmou a presença, além dos senadores Waldemir Moka e Ruben Figueiró.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JATEÍ - TRABALHOS RETOMADOS
Reeducandas retomam trabalho de limpeza urbana com adoção de medidas preventivas em Jateí
RETORNO ÀS AULAS EM MS
MS discute estratégias de retorno às aulas presenciais de forma segura
PONTE DE MADEIRA
Fogo 'engole' ponte e Agesul trabalha para liberar tráfego na MS-228
JATEÍ - PESQUISA REGISTRADA
Eraldo tem 71,2%, indica instituto London Pesquisas, veja os números em Jateí
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Polícias e Bombeiros do MS recebem R$ 50 milhões em investimentos do Governo do Estado
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS reforça estrutura das polícias para combater criminalidade
CORONAVÍRUS NO MS
Mato Grosso do Sul é o 3º Estado que mais testa para a Covid-19 no Brasil
CORONAVÍRUS NO MS
Governador Reinaldo recomenda lockdown, mas diz respeitar autonomia das prefeituras
OPORTUNIDADE NO MS
Inscrições abertas para a seleção de professores temporários, Confira o Edital
ACIDENTE FATAL
Acidente deixa 9 feridos; 3 crianças estão entre as vítimas em MS