Menu
SADER_FULL
terça, 3 de agosto de 2021
Busca
conflito por terras em MS

Julgamento sobre demarcação de terra indígena em MS é adiado

11 Set 2014 - 15h37Por Mídia Max
O Supremo Tribunal Federal deve concluir na próxima semana o julgamento sobre demarcação de terras indígenas em Mato Grosso do Sul ao analisar um recurso protocolado por um produtor rural contra a declaração de sua fazenda como sendo de posse permanente da etnia guarany-kaiwá, integrando a Terra Indígena Guyraroká. 
 
A Segunda Turma do STF prosseguiu com o julgamento na sessão de terça-feira (9), mas houve divergência de votos e a sessão foi adiada.
 
A ministra Carmem Lúcia votou a favor do provimento do recurso, seguindo o voto do ministro Gilmar Mendes em sessão de 24 de junho. 
 
Já o ministro Ricardo Lewandowski votou contra, por considerar que o mandado de segurança, pedido no recurso, não é o instrumento judicial adequado para discutir a questão. 
 
Com um ministro impedido de votar, a Turma decidiu concluir o julgamento na próxima sessão para colher o voto do ministro Celso de Mello.
 
De acordo com Carmem Lúcia, o laudo antropológico que subsidiou o processo que resultou na demarcação da Terra Guyraroká atesta a inexistência de índios na região na data em que o imóvel foi adquirido pelo proprietário. 
 
Ela afirma que “o laudo afasta quaisquer dúvidas sobre a anterior ocupação indígena na região onde está o imóvel, adquirido em agosto de 1988” e que "há mais de 70 anos não existe comunidade indígena na região”.
 
Segundo o STF, a ministra afirmou ainda que reconhecer a tradicionalidade da ocupação indígena apenas pela posse imemorial instauraria um caso de insegurança jurídica que desestabilizaria a harmonia dos cidadãos que vivem em centros que antes foram ocupados por comunidades indígenas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEPUTADO COM COVID
Diagnosticado com Covid-19, Barbosinha passa bem e cumpre quarentena em casa
ÓTICA DOURADOS - DIA DOS PAIS
Dia dos Pais chegando, a Ótica Dourados traz as melhores tecnologias do mercado em armações e lentes
CONCURSO PÚBLICO
Governo de MS abre novo concurso para professores
CORONAVÍRUS EM MS
Prosseguir: coletiva de imprensa híbrida será realizada nesta terça-feira, às 10h15
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Na volta às aulas, Reinaldo Azambuja destaca investimento de R$ 289 milhões em reformas de escolas
BORA TRABALHAR
BORA TRABALHAR: Semana começa com 1,3 mil vagas de empregos em 28 cidades de MS
AÇÃO DA PMA
Fazenda com 520 cabeças de gado sem comida, alguns são encontrados mortos, PMA autua arrendatário
Corpo foi encontrado no quintal da casa da vítima, em Sidrolândia (MS).  Foto: PMMS/Reprodução CASO DE POLÍCIA
Polícia encontra corpo de idoso enterrado em quintal e sobrinha confessa homicídio
FRIO INTENSO FRIO INTENSO E CHUVA
Frio não foi embora não e Agosto será mais gelado do que o normal com duas frentes frias e chuva
Crédito: Divulgação/Prefeitura de Dourados DOURADOS - VACINAÇÃO COVID-19
Prefeitura informa novo recorde de vacinação com 7,6 mil doses em 24h