Menu
SADER_FULL
quinta, 2 de abril de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
POLONIO IMÓVEIS
JATEÍ E MAIS 4 NO MS

Bolsonaro propõe extinção de cidades com menos de 5 mil habitantes, Jateí e mais 4 estão na lista

Bolsonaro propõe extinção de cidades com menos de 5 mil habitantes, Jateí e mais 4 estão na lista

5 Nov 2019 - 18h38Por Dourados Agora com Agência Brasil

Municípios com menos de 5 mil habitantes e arrecadação própria inferior a 10% da receita total serão incorporados pelo município vizinho. O ponto consta da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Pacto Federativo, enviada hoje (5) pelo governo ao Senado.

Em mato Grosso do Sul, cinco cidades tem população inferior a 5 mil habitantes, contuto, não se sabe se a receita é inferior a 10%. São eles: Figueirão (3.051 habitantes), Jateí (4.027), Novo Horizonte do Sul (3.814), Rio Negro (4.831) e Taquarussu (3.588). As estatísticas são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica), estimativa de população para 2019.

Segundo o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, a medida poderá afetar até 1.254 municípios. A incorporação valerá a partir de 2025, e caberá a uma lei ordinária definir qual município vizinho absorverá a prefeitura deficitária. Uma lei complementar disciplinará a criação e o desmembramento de municípios.

A PEC também estende as regras da execução do Orçamento federal aos estados e municípios. A regra de ouro (teto de endividamento público) e o teto de gastos seriam estendidos aos governos locais.

As prefeituras e os governos estaduais também poderão contingenciar (bloquear) parte dos Orçamentos dos Poderes Legislativo, Judiciário e do Ministério Público locais. Atualmente, somente a União pode contingenciar verbas de todos os Poderes. Os governos locais só conseguem bloquear recursos do Poder Executivo.

Segundo o Ministério da Economia, a PEC do Pacto Federativo acabará com a disputa judicial em torno da Lei Kandir, ao estender a transferência de royalties e participação especial do petróleo para todos os estados e municípios. Hoje, os estados negociam com a União todos os anos os repasses da Lei Kandir, que prevê que o governo federal deve compensar a desoneração de Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para mercadorias primárias e semielaboradas.

A PEC também proíbe que estados e municípios se apropriem de recursos de fundos de pensão e depósitos judiciais de ações entre particulares para pagarem despesas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JATEÍ - AÇÃO SOCIAL
JATEÍ: Detentas doam seus cabelos para pacientes com câncer do Hospital do Câncer de Barreto
COVID-19 NA REGIÃO
Abertura do comércio em Jateí, Vicentina e Fát. Sul contraria recomendações do Mininistério Público
TRABALHO VOLUNTÁRIO
Detentas começam confeccionar máscara de proteção para atender Jateí, Vicentina e Fátima do Sul
FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO
Acifas discute flexibilização para funcionamento do comércio de Jateí, Vicentina e Fátima do Sul
JATEÍ - TESTE NEGATIVO
Resultado deu negativo para o coronavírus em criança de 10 anos que estava em Jateí
JATEÍ - CASO DE CORONAVÍRUS
Caso de coronavírus é monitorado, paciente é de Dourados e estava na casa dos avós em Jateí
JATEÍ - TOQUE DE RECOLHER
Jateí decreta TOQUE DE RECOLHER e fechamento de comércio por 15 dias devido ao coronavírus
JATEÍ - DISPARO DE ARMA
Homem é atingido na região da clavícula por disparo de espingarda calibre 32 em Jateí
JATEÍ - LUTO
Jateí de luto, morre aos 97 anos, moradora e uma das fundadoras do município
JATEÍ - R$ 600 mil
Mesmo isolado com coronavírus, senador Nelsinho Trad viabiliza R$ 600 mil para maquinários em Jateí