Menu
SADER_FULL
quarta, 5 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
glória de dourados - teatro na rua

Glória de Dourados recebe a peça teatral Areôtorare

8 Out 2013 - 07h48Por Demerval Nogueira / Fátima News

O município de Glória de Dourados recebeu a peça teatral Areôtorare do grupo Teatro Imaginário Maracangalha, que vem se apresentando em diversas cidades do Estado, fazendo parte do Circuito Sul-Mato-Grossense de Teatro, realização do Governo do MS através da Fundação de Cultura do MS. Areôtorare é uma peça teatral tipicamente de rua. A apresentação em Glória de Dourados aconteceu no Mercado do Produtor, com apoio da Prefeitura local, via Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Semec), pasta comanda pela secretária, professora Ligia Cibeli Tendulo Rodrigues – Departamento Municipal de Cultura (DMC), sob a responsabilidade do chefe de Divisão de Cultura, Jefferson Marques Rocha Barros.

O prefeito Arceno Athas Júnior esclareceu, “para nós é um motivo de muita alegria e satisfação assistirmos mais uma exibição teatral em nossa cidade, numa demonstração clara de que o nosso governo sempre tem apoiado todas as iniciativas culturais”, dimensiona Athas esclarecendo ainda, “em nossas administrações temos procurado constantemente trazer a cultura para dentro do nosso município, porque ela é fundamental para a compreensão de diversos valores morais e éticos que guiam nosso comportamento social. O prefeito agradeceu em nome da população gloriadouradense e parabenizou o grupo Teatro Imaginário Maracangalha por representar de forma tão magnífica e grandiosa a cultura do Estado.

A secretária da Semec, Lígia Cibeli afirma, “nós recebemos o grupo com imenso prazer, pois a peça teatral encenada por eles, baseada em duas obras escritas em 1935, demonstra cristalinamente tudo que ocorre na atualidade, com muita propriedade”, disse Cibeli. Segundo o ator Renderson Valentim, 13 atores trabalham na peça Areôtorare, entretanto, os componentes do grupo envolvem em torno de 40 pessoas na produção e direção. “Trabalhamos há 7 anos a arte pública, com apresentações franqueadas ao público interessado em apresentações teatrais”, comenta Valentim. Ele também afirma que é um grupo que vai mais longe que a própria peça Areôtorare, porque, dentro da contextura geral, “nós procuramos efetuar a pesquisa do teatro de rua, onde analisamos e pesquisamos também a arquitetura das cidades, o diálogo das pessoas, enfim uma séria e vasta análise do processo social”.

A peça teatral Areôtorare é embasada em duas obras do escritor Lobivar Matos: Areôtorare e Sarobá, obras que foram escritas e editadas em 1935, mas que retratam praticamente as situações convividas no cotidiano atual, tais como, a época do movimento separatista, conta a transição de quando parte do Mato Grosso se tornou Mato Grosso do Sul. Com as mudanças veio o progresso que deixou alguns ricos e outros pobres. Retratam também as desigualdades sociais e as problemáticas que o crescimento desenvolvimentista produz - o antagonismo do progresso, entre outros fatores vivenciados na atualidade. A peça em cartaz já foi contemplada com o Prêmio Rubens Corrêa de Teatro 2012, e tem na direção geral Fernando Cruz e direção musical de Jonas Feliz.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS reforça estrutura das polícias para combater criminalidade
CORONAVÍRUS NO MS
Mato Grosso do Sul é o 3º Estado que mais testa para a Covid-19 no Brasil
CORONAVÍRUS NO MS
Governador Reinaldo recomenda lockdown, mas diz respeitar autonomia das prefeituras
OPORTUNIDADE NO MS
Inscrições abertas para a seleção de professores temporários, Confira o Edital
ACIDENTE FATAL
Acidente deixa 9 feridos; 3 crianças estão entre as vítimas em MS
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
MS quer ampliar vendas de grãos para o Irã
CORONAVÍRUS NO MS
Ministério da Saúde entrega equipamentos e leitos no combate ao covid-19 em Mato Grosso do Sul
ASSASSINATO
ASSASSINATO: Pistoleiros invadem residência e executam homem enquanto dormia em MS
CORONAVÍRUS NO MS
CHEGOU: Única cidade que não tinha coronavírus, agora tem, e covid está presente em 100% de MS
NOTA MS PREMIADA
CONFERE AÍ: 217 ganhadores da nota MS premiada podem perder R$ 620 mil