Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 6 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
fronteira

Falta de estrutura deixa policiais de Antônio João apreensivos

6 Dez 2013 - 08h31Por Dourados News

A invasão do pelotão da Polícia Militar do município de Antônio João, registrada na madrugada do dia 30 de novembro, apontou a fragilidade na estrutura de segurança de alguns municípios do interior do Estado.

No a ação que aconteceu no município localizado na região de fronteira, criminosos roubaram armas, fizeram policiais reféns, e tentaram ainda explodir e furtar dinheiro de caixas eletrônicos de uma agência bancária.

O grupo de criminosos, que seria formado por 15 pessoas, conforme as informações apuradas e divulgadas pelo Comando da Polícia Militar no Estado, roubou um fuzil, uma espingarda calibre 12, duas pistolas .40, dois coletes à prova de balas e celulares.

Segundo informações repassadas ao Dourados News por policiais que preferiram não se identificar, a estrutura de segurança de Antônio João é carente. O efetivo de apenas quatro policiais civis se reveza em plantões de 48h, e trabalha em um prédio em condições precárias, ao fundo das instalações da Polícia Militar.

O delegado que seria o responsável pela delegacia da cidade seria titular em Ponta Porã, e também trabalharia em regime de revezamento, comparecendo à Antônio João uma vez por semana. (Foto: Ademir Almeida)

Na sexta-feira (29), um dia antes da invasão ao Pelotão, havia chegado ao município uma nova viatura para a Polícia Militar, e outra para a Civil. A delegacia, inclusive, teria ficado dois meses com a única viatura disponível ‘arriada’ e fora de operação.

Os policiais dizem se sentir “vulneráveis” por conta da pouca estrutura, e o reflexo disso seria a ação da quadrilha, que terminou com a fuga dos criminosos depois de troca de tiros na agência bancária onde o grupo ainda teria tentado, por duas vezes, explodir os caixas eletrônicos. Nenhum dos integrantes da quadrilha ainda foi identificado ou preso, e o caso está sob investigação.

Na quarta-feira (4) equipes do Bope (Batalhão de Operações Especiais) e do Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) foram enviadas para a região, conforme publicado no Dourados News. Segundo informações do comando da PM, os policiais vão apurar o fato e permanecem na cidade por período indeterminado.

Sem contato

Procurada pela reportagem do Dourados News ontem (5), a assessoria de comunicação da Sejusp/MS (Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul) não retornou o pedido para esclarecimentos sobre as informações de estrutura precária no município de Antônio João até a publicação desta notícia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JATEÍ - TRABALHOS RETOMADOS
Reeducandas retomam trabalho de limpeza urbana com adoção de medidas preventivas em Jateí
RETORNO ÀS AULAS EM MS
MS discute estratégias de retorno às aulas presenciais de forma segura
PONTE DE MADEIRA
Fogo 'engole' ponte e Agesul trabalha para liberar tráfego na MS-228
JATEÍ - PESQUISA REGISTRADA
Eraldo tem 71,2%, indica instituto London Pesquisas, veja os números em Jateí
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Polícias e Bombeiros do MS recebem R$ 50 milhões em investimentos do Governo do Estado
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS reforça estrutura das polícias para combater criminalidade
CORONAVÍRUS NO MS
Mato Grosso do Sul é o 3º Estado que mais testa para a Covid-19 no Brasil
CORONAVÍRUS NO MS
Governador Reinaldo recomenda lockdown, mas diz respeitar autonomia das prefeituras
OPORTUNIDADE NO MS
Inscrições abertas para a seleção de professores temporários, Confira o Edital
ACIDENTE FATAL
Acidente deixa 9 feridos; 3 crianças estão entre as vítimas em MS