Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 5 de dezembro de 2020
SADER_FULL
Busca
JUNINHO DENTISTA NOVO
Rio Verde

Envolvido em furto de gado, vereador de Rio Verde é preso pela polícia

8 Fev 2014 - 10h22Por Campo Grande News

Investigado desde maio de 2013 por receptação de gado furtado, o vereador Fábio de Oliveira Souza, 33 anos, o Fabinho Borracheiro (PRTB), foi preso nesta sexta-feira (7) pela Polícia Civil de Rio Verde do Mato Grosso – a 207 quilômetros de Campo Grande.

Conforme o Edição de Notícias, Fabinho Borracheiro foi preso na casa da sogra, que fica na região central de Rio Verde, por volta das 18h. Policiais civis cumpriram um mandado de prisão que foi expedido na tarde de hoje.

Levado para a delegacia, Fabinho deverá prestar depoimento só na segunda-feira (10). O delegado que comandou as investigações e que pediu a prisão do vereador foi Eder Oliveira Moraes, titular da Delegacia de Polícia da cidade.

O caso – Em maio de 2013, depois de seis meses de investigação, a Polícia Civil conseguiu encontrar três homens que furtavam gado de propriedades rurais de Rio Verde e Região. Os irmãos Márcio Antônio Morais, 22 anos, e Odair José Morais, 24, além de Ronaldo Ribeiro Melo, 23, foram autuados pelo crime.

Em entrevista anterior ao Campo Grande News, o delegado explicou que o aumento nos registros de roubo de gado de vários produtores da cidade levou a polícia até o início de uma investigação para encontrar os responsáveis pelos crimes.

Após algumas buscas e depoimentos de produtores, a polícia descobriu que um caminhão, uma VW Saveiro e uma motocicleta eram usados em todos os furtos. Três pessoas foram identificadas como motoristas dos veículos e confessaram a ação.

Durante o depoimento, os suspeitos afirmaram que o rebanho era furtado no período da noite. Em algumas ações os homens cortavam as cercas e em outras retiravam o gado pela própria porteira das propriedades.

Eder explicou que uma das táticas para não levantar suspeita dos donos era o furto de poucos animais. “Eles invadiam as propriedades e furtavam de duas a três cabeças de gado por vez. Muitos fazendeiros nem desconfiavam, até porque um furto em uma fazenda com cinco mil cabeças não é fácil de ser percebido”, afirmou o delegado.

Depois da identificação dos suspeitos, a polícia chegou até dois homens que compravam os animais, um deles é o vereador da cidade. Os policiais encontraram 20 cabeças de gado em uma propriedade do parlamentar em uma das buscas.

Na época em que o crime veio à tona, Fabinho Borracheiro deixou a cidade. Ele não era encontrado nem no telefone celular.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS EM MS
Prosseguir: Governo volta a registrar municípios em grau de risco extremo
CNH EM 2021
Confira as 9 multas que não vão mais gerar pontos na CNH em 2021
EMPREGO E RENDA
Cerca de 5 mil indígenas de MS são contratados por empresas de SC e RS para a colheita da maçã
MIRANDA - MS - PROJETO SALOBRA
Mais uma parceria CRAS e Projeto Salobra, em Miranda
SEGURANÇA NO FIM DE ANO
Segurança no Estado durante as festas de fim de ano terá mais de 2 mil policiais nas ruas em MS
NOTA MS PREMIADA
SERÁ QUE FOI VOCÊ: Mais de R$ 640 mil ainda não foram resgatados do Nota MS Premiada
Política
Estado de MS destina novos equipamentos de borrifação aos municípios no combate ao Aedes Aegypti
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS entrega veículos para potencializar produção de erva-mate na faixa de fronteira
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Em nova parceria, Estado e bancada federal entregam unidades de resgate para 05 cidades de MS
ALERTA DE SEGURANÇA
Defesa Civil emite alerta de chuvas intensas e rajadas de ventos de até 100 km/h