Menu
SADER_FULL
sexta, 14 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
BARBÁRIE

BARBÁRIE: Homem assassina ex, atira em crianças e se mata no altar de igreja em MS

BARBÁRIE: Homem assassina ex, atira em crianças e se mata no altar de igreja em MS

12 Jul 2020 - 20h17Por Dourados News

Um homem identificado como Rosemir Fernandes assassinou a ex-mulher a tiros, baleou duas crianças e se matou no altar de uma igreja em Dourados no início da noite deste domingo (12). A motivação seria o fato dele não aceitar o fim do relacionamento amoroso que manteve com a vítima.

A série de crimes começou na Rua Rangel Torres, na Vila Mari, periferia da maior e mais populosa cidade do interior de Mato Grosso do Sul.

O Dourados News apurou que Rosenildo não aceitava o fim do relacionamento com a ex-mulher e efetuou disparos de arma de fogo que tiraram a vida dela. Além disso, ele baleu duas crianças que precisaram ser socorridas e levadas até o Hospital da Vida.

Logo após cometer essa série de crimes, o homem foi até Igreja São José, entrou e caminhou até o altar, onde se matou disparando um tiro na própria cabeça.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FOGO
INCÊNDIO NA MADRUGADA: Fogo destrói lanchonete, invade loja e queima várias motocicletas, VEJA FOTOS
SAÚDE
CLOROQUINA: Pacientes reumáticos que fazem uso de cloroquina não estão imunes ao coronavírus
AÇÕES DEPUTADO BARBOSINHA
Barbosinha reivindica e Detran inicia ampliação em Dourados
ASSASSINATO
Rapaz que levou 18 tiros dentro de veículo morre em Dourados
SOB INVESTIGAÇÃO
Criança morre em Dourados após passar mal e polícia investiga caso
INTERNADO EM DOURADOS
Paciente internado em Dourados morre de coronavírus
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Com investimento de R$ 25 milhões, duplicação da MS-156 começa nas próximas semanas
COLAÇÃO DE GRAU
UNIGRAN inova e realiza colação de grau on-line pelo Google Classroom
COVID 19 EM BATAYPORÃ
Em um mês, Covid-19 já matou mais do que a Influenza em 12 anos no MS
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe e padrasto de uma adolescente de 12 anos são autuados por estupro de vulnerável