Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 5 de abril de 2020
SADER_FULL
Busca
POLONIO IMÓVEIS
AÇÃO POLICIAL

Polícia Civil prende suspeita de realizar golpes pela OLX em MS

Polícia Civil prende suspeita de realizar golpes pela OLX em MS

25 Fev 2020 - 19h10Por FÁTIMA NEWS / REDAÇÃO

A Primeira Delegacia de Polícia de Campo Grande, com o apoio do Batalhão de Choque da Polícia Militar, prendeu em flagrante uma mulher de 35 anos que integra organização criminosa dedicada a aplicar golpes utilizando-se do site de vendas OLX.

Uma vítima procurou a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário no dia 18 de fevereiro relatando que tinha entrado em contato com um anunciante do site OLX sobre a venda de uma motocicleta CG Titan, 150 cc, anunciada pelo valor de R$ 6.200,00. O homem, que se identificou pelo nome falso de Agnaldo, disse que a motocicleta estaria na posse de seu primo e que ele negociaria a transação, pois o suposto primo estaria lhe devendo dinheiro.

Segundo a vítima, o suposto Agnaldo lhe pediu que, ao se encontrar com o proprietário da moto, dissesse que era seu ex funcionário. Em seguida, o homem entrou em contato com o vendedor da motocicleta dizendo que seu ex funcionário iria lhe procurar para ver a moto anunciada e pediu que o vendedor se identificasse como sendo seu primo.

Após visualizar a motocicleta, a vítima entrou em contato com Agnaldo e efetuou o pagamento, via transação bancária, para uma conta corrente da Caixa Econômica Federal indicada pelo estelionatário em nome de uma mulher. Depois que o pagamento foi confirmado, a vítima não conseguiu mais contato com o suspeito, então procurou o proprietário da motocicleta, que alegou não ter autorizado ninguém a negociar em seu nome.

As investigações revelaram que os golpistas copiavam o anúncio de venda de uma pessoa idônea, oferecendo o mesmo produto por um valor mais barato, e quando era procurado por um possível comprador, entrava em contato com o verdadeiro vendedor para pedir que ele se identificasse como sendo seu primo. Desta forma, quando o interessado pela compra se encontrava com o real proprietário do produto, acabava acreditando na história contata pelo intermediário, e realizada a transação bancária diretamente para a conta corrente por ele indicada.  

A proprietária da conta bancária foi presa pelos crimes de estelionato e associação criminosa e relatou à Polícia Civil que os golpes estariam sendo aplicados por seu ex marido, que está preso, e que ela apenas lhe fornecia a conta bancária para o recebimento dos valores. Juntamente com a mulher, foi apreendida a quantia de R$ 3.050,00 que seriam da vítima. A Polícia Civil apurou que o dinheiro aferido com o golpe era usado para o tráfico de drogas, bem como para a manutenção de faccionados no interior do presídio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Motociclista de 46 anos morre em choque com ambulância a caminho de socorro
FACÇÃO CRIMINOSA
Ex-faccionado era alvo, mas mulher foi morta no lugar dele com bebê no colo
MATERNIDADE
Adolescente de 14 anos dá à luz em banheiro do UPA Universitário
TOCAIA
Mulher é morta com tiros na cabeça dentro do veículo em MS
SAUDE
Regional instala Hospital de Campanha para atender demanda do coronavírus
- PROCURA
Preço da gasolina cai e pode ser encontrada a R$ 4,13 em Campo Grande
TOQUE DE RECOLHER
Festinha com 15 pessoas na madrugada acaba na delegacia de MS
MEDICAMENTOS
Governo de MS prorroga por mais 3 meses receitas de medicamentos da Casa de Saúde
CORONAVÍRUS NO MS
Marquinhos não cede e mantém comércio sem funcionar para prevenir Coronavírus em Campo Grande
LATROCINIO
Para roubar Celta, jovens de 19 e 20 anos assassinaram contador a facadas