Menu
SADER_FULL
quinta, 16 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
CAMPO GRANDE - POLÍCIA

Jovem morre após briga generalizada em festa no centro comunitário do Universitário em MS

Jovem morre após briga generalizada em festa no centro comunitário do Universitário em MS

3 Nov 2019 - 11h46Por Top Mídia News

Luana Farias de Oliveira, de 20 anos, morreu na madrugada deste sábado (2) durante uma festa no centro comunitário do bairro Universitário, na rua Elesbão Murtinho, em Campo Grande.

A Polícia Militar esteve no local para atender uma denúncia de perturbação da tranquilidade, e de vias de fato, mas não tinha mais ninguém no local. Momentos depois, eles foram informados de que a jovem, vítima de agressão na festa, tinha sido levada para a unidade de saúde.

A jovem foi ferida com garrafa quebrada no rosto, pescoço e braço, todos do lado esquerdo do corpo. Ela foi levada para Upa (Unidade de Pronto Atendimento) no Universitário, onde foi atendida, teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Conforme o boletim de ocorrência, o esposo da vítima disse que estava na festa e que viu sua esposa reclamando que tinha sido ferida após a confusão.

Uma testemunha contou aos militares sobre o possível suspeito e a polícia faz buscas. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Piratininga.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe flagra marido estuprando a filha e pede ajuda para ver acusado atrás das grades em MS
PANDEMIA
Capital ultrapassa Dourados em mortes por coronavírus após quase um mês
VIOLENCIA DOMESTICA
Mãe é presa no bar após espancar as filhas e quebrar costela de uma delas
ASSASSINATO
Máscara e lençol com sangue foram encontrados em casa de vizinho de Carla
LAR DO IDOSO
Asilo de Campo Grande com morte por coronavírus tem mais 12 com sintomas e fará teste em massa
PREOCUPANTE
Hospital Regional tem seu dia mais letal da pandemia, com 6 mortes em 24 horas
AÇÕES DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA
Parceria da ALEMS e entidades garante a entrega de 40 mil protetores faciais
PROTESTOS
Ato Fora Bolsonaro da Capital tem 'canteiro de cruzes' representando mortos pela covid-19
CRISE
Escolas particulares da Capital podem demitir 5 mil profissionais
FUTURO INCERTO
Comerciantes da Feira Central temem falência e reclamam de ‘exclusividade’ de fornecedores