Menu
SADER_FULL
quinta, 25 de fevereiro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
telefonia

Cade dá 18 meses para Telefónica se adequar a decisão sobre TIM, dizem fontes

18 Dez 2013 - 14h22

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deu à Telefónica 18 meses para atender a uma determinação de afrouxar seu controle sobre o mercado de telefonia móvel brasileiro, disseram fontes, tempo que ajudaria o grupo espanhol a afastar uma crescente oposição a sua estratégia.

O Cade decidiu neste mês que a Telefónica deve vender fatia na TIM Participacoes (TIMP3), unidade local da Telecom Italia, ou procurar novo sócio para Vivo (VIVT4).

A Vivo é a maior operadora móvel do Brasil, e a TIM --detida parcialmente pela Telefónica por meio de fatia na Telecom Italia-- é a segunda colocada.

O regulador não disse quando a Telefónica deve obedecer à demanda.

O prazo de 18 meses significa que a Telefónica pode lidar com o problema de competição no Brasil de forma planejada --levando a Telecom Italia a vender a TIM entre meados de 2014 e meados de 2015-- e se fortalecer contra os acionistas da Telecom Italia que se opõem ao plano de desinvestimento na TIM.

Além de resolver o problema antitruste brasileiro, a venda da TIM, avaliada em US$ 11 bilhões, ajudaria a Telefónica a recuperar parte do seu investimento deficitário na Telecom Italia.

A meta da Telefónica é cindir a TIM e dividir seus ativos e redes entre ela e outras duas operadoras móveis no Brasil, a America Movil e a Oi (OIBR3), disseram fontes familiarizadas com os planos da Telefónica.

Mas o plano é ameaçado por uma disputa sobre a melhor forma de reviver a endividada Telecom Italia, que é tema financeiro e político, dado o status da empresa como uma das maiores empregadoras da Itália.

Três fontes próximas ao tema disseram que o Cade havia dado 18 meses para a Telefônica atender sua determinação.

"Não devemos esperar que muito aconteça nos próximos 18 meses", disse um banqueiro sênior com conhecimento de detalhes confidenciais da decisão. "Este é o prazo que o Cade deu para a Telefónica obedecer e, se eu tivesse que apostar em algo, eu esperaria até o primeiro semestre de 2015 para seguir em frente com a TIM."

A Telefónica não quis comentar. Telecom Italia, TIM e Cade não retornaram os pedidos de entrevista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MAIS VACINAS CHEGANDO
MS recebe com quinta remessa de vacinas contra a Covid-19 e intensifica campanha de imunização
EMEI Lafayete Câmara de Oliveira, em Campo Grande (MS)  Foto: Google Street View CORONAVÍRUS NO MS
Em MS, Escola tem 7 funcionários que testam positivo para Covid-19 e local é desinfetado
GRUPO BOTICÁRIO
O Boticário terá 100% de seus itens de perfumaria produzidos com EcoÁlcool
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Em entrega de motoniveladoras, governador anuncia mais de mil equipamentos para agricultura familiar
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Reinaldo Azambuja troca secretários para dar mais dinamismo à administração
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS entrega 28 motoniveladoras e 127 viaturas nesta segunda-feira
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Com mais de 200 Km da rodovia, operação tapa-buraco na MS-040 deve terminar na próxima semana
PESCA ESPORTIVA
Influenciadoras se unem e promovem pesca noturna feminina no Rio Aquidauana
Sucuri é flagrada boiando após engolir presa em rio de MS.  Foto: Elvio Mariano/Imagem AGORA DEU MEDO
AGORA DEU MEDO: Sucuri de 6 metros é flagrada boiando em rio após engolir presa em MS
CNH VENCIDA
Mais de 3 mil CNH's vencidas em fevereiro de 2020 devem ser renovadas até o fim do mês